php echo do_shortcode('[contact-form-7 id="19674" title="newsletter-signup"]');
-->
25 de agosto de 2018

Viciada em Bellarke, de The 100

Nos últimos dois anos, The 100 se consagrou como um dos meus seriados favoritos e me presenteou com outras duas coisas: o ator australiano Bob Morley (que já virou xodozinho para toda a vida) e o casal fictício Bellarke, vividos pelos personagens Bellamy Blake (Bob Morley) e Clarke Griffin (Eliza Taylor) na série. No entanto, apesar de toda a torcida do fandom e da química entre os dois atores em cena, o casal ainda não virou casal, de fato — de acordo com o produtor da série, Jason Rothenberg, os personagens são apenas almas gêmeas não-românticas. Say whaaaat?

Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100

Fonte: TV Insider

Sem Bellarke juntos, o mundo inteiro está errado e este é justamente o x da questão... No início da série, os dois personagens criaram um vínculo muito forte e meio que viraram a força e a razão um do outro. Todas as decisões são tomadas em conjunto e eles sabem que podem contar com o outro, qualquer que seja a situação que eles precisam enfrentar. Juntos, sempre juntos. Além disso, eles também provaram que têm uma química de dar inveja a muitos casais de televisão — faíscas voam por todos os lados sempre que os seus olhos se encontram. E a culpa de tudo isso é dos próprios escritores do seriado, que costumam largar pitadas de romance entre os dois desde o começo da primeira temporada, deixando os fãs enlouquecidos com a possibilidade dessa amizade virar romance. No entanto, até agora, nada.

ATENÇÃO! ESTE POST CONTÉM SPOILERS!

Na primeira temporada, a Clarke teve um relacionamento curto com o Finn Collins (Thomas McDonell), um dos cem delinquentes que foram enviados à Terra pela Arca. O fim trágico do casal aconteceu na segunda temporada, quando o menino foi capturado pelos grounders e condenado à morte — no entanto, a Clarke o matou antes que eles pudessem torturá-lo até a morte, para evitar que ele sofresse ainda mais. Foi bem punk o negócio... Na terceira temporada, a Clarke teve um breve caso com a Niylah (Jessica Harmon), uma grounder que cuidava de uma loja de trocas. Depois, ela se envolveu com a Lexa (Alycia Debnam-Carey), a comandante dos grounders, que também teve um morte trágica, nos braços da Clarke.

Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100

Fonte: Pinterest

Enquanto isso, no início da terceira temporada, o Bellamy teve um relacionamento com a Gina Martin (Leah Gibson), que acabou sendo morta pela atual namorada do personagem, Echo (Tasya Telles) — alguém me explica como isso é possível? Mas, espera aí, vamos rebobinar a fita por um momento...

A história entre os dois começou ainda na primeira temporada, quando eles se tornaram líderes oponentes e, poucos episódios depois, acabaram virando aliados. Quando essa transição acontece, um outro detalhe também muda: os sentimentos do Bellamy. A partir do episódio 1x03, fica difícil ignorar os olhares que ele lança em direção à Clarke o tempo inteiro. Ou melhor ainda, a sua necessidade de tomar todas as decisões junto com ela, como se ela fosse o seu norte, a voz da razão.

Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100

Fonte: Klaroline is Shot

Ao longo da primeira temporada, essa relação de confiança entre os dois fica mais e mais forte. Apesar de a Clarke estar envolvida romanticamente com outro personagem, nós temos algumas cenas fofas entre os dois, deixando bastante evidente a atração que ele sente por ela e a admiração que ela desenvolve por ele com o passar dos dias. E tudo acontece muito, muito rápido.

Na segunda temporada, nós ganhamos algumas pinceladas românticas entre Bellamy e Clarke, apesar de eles ainda terem uma relação platônica. No episódio 2x05, depois de ficarem separados por algum tempo e sem saber se o outro continua vivo, o reencontro toma forma com a Clarke correndo em direção a ele e pulando em seus braços para um longo abraço. O fandom todo faleceu depois desse episódio...

Abraço #1 (2x05)
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100

Nesta temporada, o laço entre os dois se torna ainda mais forte — se é que isso é possível. Eles dependem ainda mais um do outro e tiram proveito disso para dividerem o peso das decisões que precisam tomar. O Bellamy é impulsivo e sempre deixa o coração falar mais alto (The Heart), enquanto a Clarke é meticulosa e uma pensadora nata (The Head), analisando todos os cenários e usando a lógica para tomar as melhores decisões — mesmo que isso signifique arriscar sua própria vida. Juntos, eles se completam.

Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100

Fonte: TV Insider

No último episódio da segunda temporada, os dois se despedem com o abraço #2 (os fãs começaram a contagem oficial depois daquele primeiro abraço épico), cena em que o Bellamy exibe dor em seus olhos ao pedir que ela fique com eles no acampamento e que a Clarke planta um beijo em sua bochecha. Ai, ai. Detalhe muito importante: os abraços dos dois sempre tem a Clarke pousando os lábios no ombro dele e o Bellamy segurando o cabelo dela, enquanto a prende forte contra si e mergulha o rosto no seu pescoço. Sério, o quão fofo é isso? Eu não tenho forças para esse tipo de cena....

Abraço #2 (2x16)
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100

Na terceira temporada, os sentimentos do Bellamy ficam cada vez mais evidentes. Ele arrisca a vida dele para trazer ela de volta para o acampamento e, mesmo não conseguindo, não desiste de correr atrás dela. No episódio 3x02, nós vemos a Clarke implorar pela vida de Bellamy e prometer que não vai tentar fugir e desobedecer as ordens, desde que o deixem vivo. Nesta cena, podemos ver o olhar de desespero no rosto dela — o sentimento de alguém que não suportaria perder alguém que ama. Depois disso, foi um caminho sem volta para mim... Sem. Volta.

A terceira temporada mudou tudo na minha cabeça. A (até então) relação platônica entre os dois deu lugar a algo mais. Algumas outras coisas começaram a se tornar mais evidentes, como a conexão entre os dois e a não-necessidade de usarem palavras para falarem um com o outro. Entre eles, é tudo uma questão de olhares. Eles batem os olhos e já sabem o que fazer em seguida, já sabem o que o outro está pensando. Como já diz o ditado, um olhar vale mais do que mil palavras.

A coisa começa a ficar mais séria pelo final desta temporada, quanda a mãe da Clarke, dominada pela vilã ALIE, comanda que tragam o Bellamy para ser torturado e fazer a Clarke se render. No episódio 3x13, eles compartilham mais um abraço — o abraço #3, longo, apertado e de olhos fechados. No episódio 3x16, ela sinaliza para que ele segure a sua mão durante um procedimento perigoso, envolvendo a inserção de um chip de inteligência artificial na sua cabeça. Veja bem, a mãe dela estava ao lado dela, mas ela quis segurar a mão do Bellamy... Ele apertou a mão dela bem forte.

Abraço #3 (3x13)
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100

Outros detalhes também são importantes para a relação dos dois, como a Clarke afirmando diversas vezes que ela precisa dele e que eles são mais fortes se estiverem juntos. Ou eles usando as mesmas frases um para o outro, como afirmação de algo que aconteceu entre eles previamente.

A quarta temporada (ainda a melhor temporada, na minha opinião) foi uma enxurrada de sinais, diretas e indiretas entre os dois. Os contatos físicos entre os personagens se tornaram mais frequentes e o season finale, apesar de extremamente triste, deixou os nossos corações quentinhos. Teve o abraço #4 — que foi maravilhoso, por sinal — teve lágrimas, teve palavras bonitas, teve flerte, teve discurso motivacional — que embasa todo o desenvolvimento do personagem do Bellamy na quinta temporada, sobre usar o coração, mas também usar a cabeça ao tomar decisões, o famoso “the heart and the head” — teve medo, teve dor, teve culpa, teve coragem, teve aflição, teve alívio, teve sofrimento... Teve de tudo. Foi lindo.

Abraço #4 (4x13)
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100

E daí veio o balde de água fria... A quinta temporada inteira teve indiretas de romance à vista entre os dois, como abraços, cenas de ciúmes, outros personagens chamando eles de namorados, outros personagens dizendo que eles amam um ao outro e por aí vai. Mas, mesmo com todo esse caminhão de indicativos, os escritores destruíram os nossos corações quando eles resolvem colocar os dois pombinhos em caminhos opostos, levando à fatídica cena em que a Clarke dá um belo de um tapa na cara do Bellamy. No entanto, ainda tínhamos esperanças de que tudo ia ser contornado até o final da temporada, que foi devastadora e não moveu uma palha para colocar os dois nos braços um do outro. Indignação define.

Abraço #5 (5x04)
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100
Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100

A questão aqui é a seguinte: o produtor da série, Jason Rothenberg, afirma que seria chato e previsível ter os dois protagonistas como interesse romântico na série e quer fugir desse paradigma. O problema disso é que o histórico dos personagens nos trouxe até aqui e a relação deles não tem mais para onde ir a não ser para um potencial romance. Se, desde o início, eles fossem guiados para serem apenas amigos e tivessem usado isso para reforçar o tipo de relação entre eles, ok, seria fácil de entender. No entanto, diversas cenas usam conotações românticas e isso só tem ficado mais e mais evidente... Ou seja, eles optaram por traçar essa jornada para os personagens, comoveram o fandom inteiro para torcer pelos dois juntos e agora não querem nos dar o “final feliz”. Injusto, sim ou com certeza?

Além de não oficializar o romance entre os dois, eles resolveram fazer o Bellamy estar namorando a Echo (Tasya Teles), personagem que traiu a confiança deles diversas vezes e matou a ex-namorada do Bellamy. O que eu posso dizer é que grande parte do fandom está indignado e ameaçando parar de assistir The 100 por conta disso. Eu acho injusto eles plantarem expectativas nos fãs e ficarem largando iscas em cenas e até em entrevistas, insinuando que o casal finalmente vai acontecer, para gerar buzz e promover o seriado, e depois nos deixar nadando na praia... Na verdade, é muita sacanagem com os fãs.

Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100

Fonte: TV Guide

Enfim, eu ainda estou bem chateada com essa situação toda e por ter esperado (mais um ano) para o casal ficar junto e não ter ganhado absolutamente nada. Que triste! Inclusive, eu nunca imaginei que algum outro casal superaria o meu fanatismo pelos personagens Pacey Witter e Joey Potter, de Dawson’s Creek, mas Bellarke está chegando perto. Muito, muito perto.

Mesmo com a decepção da quinta temporada, eu ainda fico reassistindo cenas dos dois o tempo inteiro e salvo todos os GIFs fofos dos dois no meu celular e no computador. Sem falar em todos os meus tuítes e retuítes sobre o seriado, sobre o casal e os diversos vídeos e GIFs dos dois... É um vício sem fim.

Mas a verdade é que, agora, isso se tornou um vício ruim, porque me traz angústia, miséria e sofrimento. Perdoem o meu exagero, mas meu coração está partido em mil pedaços. Eu estou meio sem esperanças de torcer para que eles fiquem juntos na sexta temporada, mas eu tenho bastante tempo para mudar de ideia — já que o seriado só volta em maio do ano que vem. É um baita desperdício não usar a química dos atores, o histórico dos personagens e a aprovação de quase todo o fandom para continuar tendo os dois como almas gêmeas não-românticas. Whatever the hell that means... Whatever the hell that means...

Amigos não se olham do jeito que eles se olham, amigos não se abraçam do jeito que eles se abraçam, amigos não se tocam do jeito que eles se tocam, amigos não espumam de ciúmes ao ver o outro beijando alguém ou declarando o seu amor por alguém, amigos não mandam mensagens diárias por seis anos para alguém que nem sabe se está vivo como forma de se manter sã e esperançosa, amigos não passam seis anos se culpando por ter deixado o outro para trás para morrer... Bellamy e Clarke não são apenas amigos. Eles são tudo, exceto apenas amigos.

Bellamy Blake e Clarke Griffin em The 100

Fonte: Pure Fandom

Talvez, algum dia, a gente consiga o canon de Bellarke. Infelizmente, eu acho que o FDP do produtor não vai deixar isso acontecer antes do final da série e eu meio que já estou torcendo para que terminem logo, só para poder ver os dois juntos. A parte mais triste de tudo isso é que o seriado é inspirado nos livros da autora Kass Morgan e, na saga literária, os personagens são destinados um ao outro e compartilham várias cenas fofas, inclusive um beijo no início do primeiro livro. Aliás, o otário do Jason mandou os fãs lerem os livros se querem Bellamy e Clarke juntos. Eu achei uma falta de respeito. Ele é um tanto imaturo e bastante egocêntrico, não está nem aí por estar decepcionando grande parte do fandom... Eu parei de seguir ele no Twitter e não pretendo dar mais muita corda para o que ele fala daqui para frente... É patético.

Meu coração sempre vai ser Bellarke, assim como sempre foi Pacey e Joey, Ross e Rachel, Oliver e Felicity, Clark e Louis, Rigsby e Van Pelt, Damon e Elena, Stiles e Lydia.

Enquanto isso, eu vou me contentando com os vídeos de fãs ilustrando a história dos dois e com as teorias que surgem sobre o casal. Eu quero terminar de ler os outros livros da série (eu li somente o primeiro, por enquanto) e deixar o meu coração quentinho e esperançoso, mesmo que a comemoração oficial ainda não tenha uma data marcada. Quem sabe um dia... Quem sabe.

[gs_lp_like_post]
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 comentários em "Viciada em Bellarke, de The 100"
    • Oi, Lanny! Bom saber que estamos na mesma página... Acho que mais da metade do fandom está nessa mesma página também. Mas vamos seguir otimistas, porque talvez (quem sabe um dia?) eles ainda resolvam nos dar o nosso casal canon, né? Beijos para você! =*

  • Oi Fernanda! Também amo The 100 e concordo que eles são maravilhosos juntos.
    Eu acho bem bonito essa amizade e quando acontecer de ser romântico, tipo é algo pra sempre, amor de verdade mesmo. Assim espero!
    Só queria te dizer que colocasse antes que tem spoilers das temporadas, porque quem não assistiu vai pegar um monte hahaha
    Eu só li seu post até a 4° temporada, pois a quinta ainda não vi. Não quis pegar nenhuma informação e estragar minha experiência.

    beijos

    • Olá, Yasnaya! Concordo com você, acho que Bellamy e Clarke têm uma relação única, de companheirismo, confiança e carinho, dessas bem raras que a gente vê pelo mundo. Amor de verdade e tal... Com certeza, quando (e se) eles ficarem juntos, vai ser mágico! Obrigada por me avisar sobre os spoilers, porque eu nem me dei conta sobre isso enquanto escrevia o post, só fui relatando a história toda... Mas agora eu já coloquei uma mensagem de aviso lá, para quem não quer ler algo que ainda não asssitiu. E você trate de assistir a quinta temporada logo, que está ótima — com exceção dos últimos episódios, que maltratam um pouco os nossos corações Bellarke. Beijos e obrigada pela visita! <3

  • Ameiiii teu texto. Uma coisa, tem um vídeo que aparece o ator Bob Morley beijando uma loira que parece muito a Clarke. Você sabe que filme ou série é essa?

    • Oi, Bianca! Tudo bem? Desculpe a demora em te responder, mas a semana passada foi bem corrida para mim... O vídeo que você mencionou é de "Road Train" — ou "Road Kill", título alternativo — filme australiano, de 2010, em que o Bob é protagonista. Eu nunca assisti o filme, mas ele não tem uma avaliação muito boa no IMDB. Talvez valha a pena só para assistir o Bob em cena mesmo... Obrigada pela sua visita! Beijos! 😉

  • Ola eu amo Bellarke e não sei pq Jason insiste em dizer que Bellarke não faz sentido, concordo quando você fala que é falta de respeito dele em falar que Bellarke só acontece nos livros,pois quase todos vimos a ligação que eles têm juntos,me falaram hoje que se Jason colocasse um romance entre Bellamy e Clarke,a série perderia audiência, sinceramente acho que a série ganharia audiência porque muitas pessoas tem esperanças de um relacionamento sério entre os dois, então essa é minha opinião,obrigada por ler ❤

    • Oi, Armanda! Acho que tem uma boa parte do fandom que concorda com a gente, né? Eu ainda não perdi minhas esperanças, apesar de achar muito difícil que eles fiquem juntos num futuro próximo... Mas tudo pode acontecer! Vamos cruzar os dedos! Beijos.

  • Genteee é exatamente isso, eles não podem fazer isso, não é nem aceitável, Mds, agora que iniciei a 5 temporada, por milhões de motivos, mas Mdsss to muito detonada agora, gente meu casal, eles não podem fazer isso, to com medo de assistir, to com raiva, Mdsss, e nada de deixar pro último segundo do último ep, depois de tudo o que passaram precisam ter uma história, precisa ter o beijo de verdade e precisa ter uma história, mddsass, quem colocou alguém com ele mdssssss que raiva