Tag • amor

3 de setembro de 2012

Gravata

[audio:http://www.confabulando.com.br/blog/wp-content/uploads/2012/04/Frente-Bizarre-Love-Triangle.mp3] Até hoje ele continua sendo um pouquinho mais importante do que deveria. Não consigo lembrar dele e de tudo o que vivemos sem abrir um sorriso no rosto. O tempo passa rápido, mas parece que foi ontem que a nossa história aconteceu. Eu me lembro de alguns momentos com tanta nitidez, que fica difícil acreditar que aquele sentimento já foi embora e deu lugar apenas à saudade. Até hoje eu não entendo muito bem como que tudo aquilo que sentíamos acabou não dando em nada... Como é possível ele sentir tanta falta, a ponto de me dizer isso todo [...]

Continue lendo
24 de agosto de 2012

Valente

Dias atrás eu fui ao cinema sozinha assistir Valente, um filme de animação da Disney Pixar, que conta a história de Merida, uma jovem princesa de longos cabelos ruivos esvoaçantes que adora tiro ao arco. Criada pela mãe para ser a futura rainha do reino, a garota decide competir pela sua própria mão numa competição organizada para a escolha do seu futuro marido, pois acredita que deve lutar pelo o que realmente deseja, ser livre e não precisar viver de acordo com as etiquetas e costumes do seu povo. A história acaba tomando um rumo diferente, quando Merida recorre a [...]

Continue lendo
21 de agosto de 2012

Os chinelos errados…

Eu quero guardar aquele momento para sempre. Ontem, relembrando algumas cenas daquele dia, fiquei com os olhos cheios de lágrimas, que eventualmente caíram pelo meu rosto, como muitas vezes aconteceu nos últimos meses. Me lembro das roupas que estávamos usando, de cada palavra trocada, de como o tempo passou voando aquela noite e de como eu sinto saudade de nós dois daquela época. Fico com o coração apertado só de pensar que não existe mais um "nós dois" agora, infelizmente. Talvez você não lembre detalhes daquela noite, mas eu posso te relembrar todos eles... Eu posso te ajudar a lembrar [...]

Continue lendo
21 de março de 2012

Sozinha

Quem nunca se perguntou "o que será de mim se eu nunca encontrar alguém para passar o resto da minha?" que atire a primeira pedra... Mas o fato é que, se isso acontecer comigo — não que eu ache que vá acontecer, mas a gente nunca sabe — não vai ser um grande problema para mim, pois eu gosto da minha companhia. Já tive muito medo por isso, quando eu era mais nova. Mas não mais. Eu gosto de ficar sozinha, de dedicar horas do meu dia comigo mesma, rir dos meus próprios pensamentos, lembrar de coisas estúpidas, fazer tudo [...]

Continue lendo
10 de março de 2012

O cara perfeito…

Um dia eu vou abrir os meus olhos ao acordar e a primeira coisa que eu vou ver na minha frente é o homem dos meus sonhos. Ele não precisa ser perfeito, não precisa ser estonteantemente lindo, não precisa ser rico ou famoso, mas ele precisa ser feito sob medida para mim. Alguém que vai sorrir ao me ver pela manhã e me dar um beijinho de bom dia, assim, mesmo antes de escovar os dentes. Alguém que saiba que eu não costumo falar muito logo que acordo e não vai reclamar ao ter que conversar comigo por resmungos ou [...]

Continue lendo
9 de janeiro de 2012

A Despedida — Parte 2

Este post é a continuação de "A Despedida". Para ler, clique aqui. Depois de nos abraçarmos por alguns minutos, eu pude olhar novamente para o rosto dele. Estava me sentindo tonta, excitada e perdida; não sabia o que fazer. Todos em nossa volta tinham seus olhares voltados para nós e eu me senti em uma cena de filme, onde um casal se reencontra no meio do aeroporto, depois de um filme inteiro de coisas que só deram errado, e todos aplaudem enquanto eles se beijam... Sabia que não ia acontecer desta forma, mas era legal pensar que sim. Não sabia [...]

Continue lendo
31 de dezembro de 2011

Retrospectiva doismileonze

Este foi o pior ano da minha vida. Pronto! Já vou começar o post falando de coisas ruins, porque o objetivo desta restropectiva é justamente lembrar pela última vez de tudo o que me fez mal esse ano, para poder esquecer de vez e seguir em frente, com a minha vidinha de sempre... Mas o fato é que, avaliando tudo o que eu passei este ano, dois mil e onze foi mesmo o ano mais difícil da minha vida. Foi o ano em que eu mais bati com a cara na parede, o ano em que eu mais levei rasteira, [...]

Continue lendo
30 de novembro de 2011

A Despedida

Eu estava tentando não ficar tão deprimida com a situação, mas não tinha jeito. Eu estava triste demais por estar indo embora e com o coração partido, principalmente, pelo jeito como as coisas terminaram para mim... Mas partir era o melhor a fazer, eu precisava sair deste lugar, ver novos rostos, novos cenários, sentir novos ares. Eu precisava começar do zero e estava sendo difícil seguir em frente continuando no mesmo lugar. Eu precisava de mudanças, de novidades; e foi por isso que decidi dizer adeus. Na minha mão direita, um livro da Emily Giffin, para ler durante a viagem. [...]

Continue lendo