php echo do_shortcode('[contact-form-7 id="19674" title="newsletter-signup"]');
-->
2 de fevereiro de 2019

9 Metas de 2019

O ano novo recém começou e já estamos em fevereiro... Trinta e dois dias já se foram, puf. Ainda está bem difícil conciliar todas as minhas atividades com o blog, mas eu estou cheia de planos para este ano de dois mil e dezenove. Eu resolvi colocar no papel os meus principais objetivos para os próximos meses, porque é sempre mais fácil colocar em prática o que não é apenas uma vaga ideia na sua cabeça, e sim uma meta pensada e priorizada sobre todas as outras coisas que a vida coloca na sua frente...

9 Metas de 2019

A lista não está necessariamente ordenada, mas essa é a timeline que eu imagino ser mais lógica neste momento. Mas, contanto que eu consiga riscar todos os itens listados abaixo, eu não me importo muito com o que vem antes e o que vem depois. Desde que venha, né?

1. Terminar a faculdade de Design Gráfico

Em 2016, eu vim para o Canadá para cursar Design Gráfico. Eu sempre senti falta de conhecimentos mais específicos na área de design editorial e impressos, já que a minha graduação anterior tinha um currículo mais generalista e pincelou um pouquinho de cada área. Ao invés de optar por um curso de mestrado, eu resolvi cursar mais três anos de design gráfico e aprimorar os meus conhecimentos nos nichos de meu interesse. O curso termina em abril deste ano e eu, finalmente, poderei aplicar para o visto de trabalho e consolidar a minha vida aqui no Canadá... Agora falta muito, muito pouco.

2. Publicar o meu portfolio digital

Era uma vez o dia em que eu resolvi comprar um domínio para montar e publicar o meu portfolio digital... Anos se passaram e o portfolio ainda não está no ar. No entanto, agora eu não tenho mais como fugir. Eu preciso do portfolio publicado online para encontrar um emprego bacana aqui em Toronto e, finalmente, tirar aquela página de “em breve” do meu site. O layout já está saindo do forno e agora eu preciso codar o template e organizar todo o conteúdo... Será que vai até o final de abril? #oremos

3. Conseguir um emprego de turno integral na minha área

Assim que eu terminar a faculdade, eu já posso aplicar para um visto de trabalho para permanecer no Canadá por mais três anos. No mês que vem, eu já pretendo começar a enviar o meu currículo para vagas de turno integral e permanentes na minha área e tentar entrar no mercado de trabalho o quanto antes. Eu ainda estou dividida entre continuar com web design ou assumir o risco e correr atrás de vagas de design editorial, que sempre foi uma paixão minha. Quem sabe não está na hora de eu realizar o meu sonho de trabalhar em uma revista ou em uma editora de livros, né? Cruzem os dedos!

4. Voltar a fazer academia e aulas de dança

Quando eu vim para o Canadá, eu parei de fazer todas as atividades físicas que eu já tinha embedadas na minha rotina lá no Brasil: academia, caminhadas e corridas, e aulas de dança. Não foi por falta de vontade, mas porque eu não tenho muito tempo livre e o orçamento é bem apertado. Agora que tudo já está mais organizado, eu acho que vou conseguir voltar a dançar e fazer exercícios regulamente. Eu encontrei uma academia de dança com aulas de hip hop, jazz e ballet (acho que devo começar por hip hop e depois vou adicionando outras modalidades) e também um estúdio de dança de salão bem pertinho da minha casa. Eu também já escolhi a academia para fazer musculação, mas essa eu vou deixar para depois, porque eu ainda não tenho como fazer tudo ao mesmo tempo. Devagarinho agora, depois acelera...

5. Criar um layout novo para o blog

Ao mesmo tempo em que eu estou tentando voltar a escrever aqui no blog com mais frequência (ainda um tanto impossível), eu já estou planejando o novo layout do blog. Assim que as coisas se acalmarem por aqui, eu crio o layout, codifico o template e dou uma cara nova para o blog... Também quero ser mais ativa nas redes sociais, conhecer novos blogs, interagir com os leitores e manter o contato com os amigos que também têm blog; mas tudo na sua hora. Novidades virão assim que a correria passar, eu prometo.

6. Estudar japonês

Em 2014, eu resolvi que eu queria aprender a falar japonês. Eu comecei a estudar, mas acabei parando os estudos para priorizar a minha vinda para o Canadá. Ano passado, eu voltei a assistir animes (ahem, Naruto Shippuden, sem dúvidas o melhor anime do mundo de todos os tempos) e a minha vontade de aprender japonês também voltou com tudo. Eu tenho escutado muita música de artistas de lá e assistido doramas japoneses para aguçar a minha audição e me acostumar com o idioma. Fora isso, eu estou estudando os alfabetos japoneses (hiragana e katakana) e lendo sobre a cultura do país. Se tudo correr bem, eu quero ir para o Japão em 2020 ou 2021... Tokyo, me aguarde.

7. Comprar um carro

Antes de vir para Toronto, eu vendi o meu carro. Eu adoro dirigir e já estava acostumada com a flexibilidade e praticidade de ir a qualquer lugar, a qualquer momento, sem planejar muito. Eu já sabia que eu teria que dar um passo atrás e voltar a usar transporte público aqui por algum tempo — e vim preparada para isso — mas me incomoda muito perder tanto tempo me deslocando de um lado para o outro, ainda mais quando eu já não tenho muito tempo de sobra. Eu já estou com a carteira de motorista provisória e só preciso fazer uma prova de direção para pegar a definitiva, então espero estar motorizada até o final desse ano. O tempo de passar trabalho já está acabando, graças a Deus. Beep, beep.

8. Emagrecer e voltar a pesar 60kg

É difícil se manter em forma quando você não faz exercícios e se entope de porcarias ao invés de comer coisas saudáveis e de baixa caloria... Eu nunca fui magra, mas sempre consegui manter um peso mediano por conta das atividades físicas. Logo que cheguei no Canadá, eu emagreci vários quilos, porque andava a pé o tempo inteiro. Quando a faculdade começou a pegar fogo, caminhar já não era mais uma opção e eu comecei a engordar. Dieta alimentar não resolve muito o meu problema, então a minha única saída é voltar com os exercícios. Eu sei que vai custar a chegar ao meu peso médio, lá por volta dos 60 ou 65kg, mas vou naquele ritmo de devagar e sempre... Uma hora eu chego na meta!

9. Ir ao Brasil para visitar a família e amigos

Com exceção dos meus pais, minha prima e da minha amiga da época de colégio, eu não vejo ninguém do Brasil desde setembro de 2016. Quando você decide ir morar no exterior, todo mundo diz que vai te visitar, mas não funciona bem assim na prática... Alguns amigos fizeram planos de vir, mas não rolou. De qualquer forma, eu quero voltar ao Brasil este ano para rever meus irmãos, sobrinhos, familiares e alguns amigos do meu coração... Espero poder voltar todo ano para rever todo mundo com frequência, mas aí vai depender de quão ryca eu vou ser daqui para frente, né? Hahaha! Já estou vendo passagens...

Nada muito impossível de conseguir, né? Com foco e determinação, dá para riscar todos os itens da lista e ainda incluir alguns outros que não são tão prioritários agora, como terminar de mobiliar a minha casa aqui em Toronto. Começar a vida do zero em outro país não é uma tarefa muito fácil, mas se você está disposto a tentar, pouco a pouco, a recompensa acaba chegando em algum momento. Enfim, que 2019 seja um ano de muitas conquistas... Para mim e para todos vocês também!

[gs_lp_like_post]
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 comentários em "9 Metas de 2019"
  • Poxa Fernanda, acho incrível as suas metas! Principalmente a da faculdade. Faz bem pra gente algumas não é?

    Em relação ao blog, estamos iguais, eu mudei o tema - fiquei 3 anos com o mesmo, ve se pode, e em relação a emagrecer - também to na batalha, mas em vez de 60kg, preciso chegar em 55!

    Sobre dirigir, me sai mal na prova prática, mas tenho até junho para retornar e tentar uma nova chance!

    Fico feliz de ler suas metas e quero ve-las concluidas hein!

  • oiê!

    as tuas metas são ótimas e não tão fáceis de serem realizadas, mas... o q seria da vida sem os desafios, né?! torcendo pra que tu realize tudo e, principalmente, retorne ao Brasil pra aproveitar o calor humano daqui.

    te achei super corajosa por fazer uma nova faculdade e largar tudo/todos aqui. queria um dia ter coragem pra cursar psicologia... quem sabe um dia! #oremos

    boa sorte, Fê!

    • Oi, Adriel! Acho que sempre devemos buscar pelo "algo a mais", né? Mesmo quando as coisas estão bem, o que podemos fazer para torná-las ainda melhor? Eu nunca tive medo de sonhar alto e, apesar de custar mais para conquistar tudo o que almejo na minha vida, é também o que me motiva para continuar em frente... Coragem, persistência e paciência. Nessa ordem... Apoio total você cursar Psicologia — não sei porquê, mas não consigo te imaginar trabalhando com Direito. Hehehe! Se precisar de um empurrãozinho para criar coragem, grita! Beijinhos pra você! <3