21 de abril de 2013

Vivendo num mix de sentimentos…

Vocês alguma vez já se sentiram tão perdidos que não sabem nem o que sentir? Eu ando numa fase assim… Em um momento estou feliz, dali cinco minutos estou bufando de raiva e mais tarde estou sensível a ponto de chorar por qualquer besteira… Sei que estou vivendo um momento de incertezas e de muito estresse em minha vida, que incluem preocupações com dinheiro, responsabilidades e projetos pessoais que não se definem, mas acho que estou num nível tão absurdo de sensibilidade, que tudo acaba me afetando de alguma forma. E nem sempre da melhor forma possível.

Me sinto desapontada com o rumo que minha vida tomou e não gosto da etapa que estou vivendo agora. Vejam bem, não estou reclamando ou me fazendo de vítima, apenas tenho a plena consciência de que não devo ter me esforçado o suficiente para correr atrás de todas as coisas que gostaria de ter hoje em dia. Sei que isso se deve ao fato dos vários acontecimentos que me colocaram bastante para baixo nestes últimos anos, mas eu preciso correr atrás do relógio. Não aprovo os resultados obtidos através desse repertório de 28 anos de escolhas certas e erradas e preciso corrigir as decisões que tomei até aqui, para encontrar o caminho certo para o ponto da minha vida que eu quero viver agora.

Mix de sentimentos

Desde o ano passado eu tenho mudado bastante meu comportamento e tenho pensado muito sobre meus objetivos e metas de vida. Redefinir prioridades sempre me ajuda a estabelecer o que é melhor para mim e, por conta disso, já colhi ótimos frutos tendo novas atitudes, apesar de que às vezes ainda me decepciono com algo que acontece. Mas quando eu achei que finalmente estava colocando minha cabeça nos eixos, minha vida dá uma volta de 360 graus e embaralha todos os meus pensamentos de novo. A única certeza que eu tenho no momento é que a incerteza domina todos os aspectos da minha vida.

Atualmente não tenho nada muito bem definido para mim mesma, seja carreira profissional, vida sentimental, amizades e pessoas em quem posso confiar, objetivos a conquistar, projetos para me dedicar… Preciso reorganizar minha cabeça e eliminar essas indefinições que tomam conta da minha sanidade mental. Ando sentindo medo, dúvidas, insegurança, angústia, inquietação e ansiedade e isso está roubando o melhor de mim. Tenho que me lembrar da pessoa que eu sempre fui, achar meu trajeto de volta à normalidade e parar de pensar que vou colocar tudo a perder a qualquer momento. Porque eu sei que não vou.

Estou num ponto em que eu posso ir para qualquer direção, a escolha é minha. Não que isso seja uma coisa ruim, mas para uma pessoa ansiosa como eu, a incerteza do todo acaba me fazendo mal e me deixando quase à beira do desespero. Mas vou respirar fundo e lembrar que eu já cheguei até aqui, firme e forte. Eu posso estar um pouco perdida agora, mas eu sei que é uma questão de tempo até eu conseguir reconhecer as escolhas certas novamente. Preciso entender as coisas aos poucos, sem pressa, no meu tempo.

Eu geralmente compartilho detalhes e histórias da minha vida com várias pessoas — e até aqui no blog — mas no momento eu só quero ficar quieta no meu canto. Não quero falar ainda mais sobre o que me incomoda, porque quanto mais eu penso, mais confusa eu fico e isso não anda me ajudando em nada. Preciso me acalmar, deixar o tempo me mostrar qual caminho levar e, ainda melhor, deixar a vida me esclarecer o que se passa na minha cabeça e, principalmente, no meu coração. Me desejem sorte! :smile:

Gostou deste post?
(0)
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 comentários em "Vivendo num mix de sentimentos…"
  • ansiedade e preocupação não resolvem nada. e ás vezes a gente não consegue tomar conta de tudo na nossa vida. nem tudo depende só da gente.
    então tenta relaxar, aquietar a mente, deixa o tempo decidir o que vai ser.
    quanto aos sentimentos é bom conversar com um psicólogo, talvez possa te ajudar.:)
    te desejo muita sorte. precisando de algo, só falar.

    beijos!

  • Boa sorte, Fê! Também me sinto assim diversas vezes.
    Apenas ouça sua intuição e silencie todas as vozes alheias (e as internas que dizem que não vai dar certo)…não tenha medo nem se culpe por tomar decisões diferentes ou mudar de ideia. Afinal, que importa quantas bifurcações e curvas existem? O importante é que você esteja no seu caminho.

    “It doesn’t matter how slowly you go, as long as you go far.”

  • Eu também ando muito confusa e insegura ultimamente. :(
    Em mais da metade do texto, me senti compreendida, porque ando com pensamentos bem parecidos, e às vezes acho que isso só acontece comigo e que devo estar beirando à loucura… Depois de certa fase da vida a gente começa a ter muita pressão em cima da gente, que vem de todos os lados, mas acho que a pior é aquela que a gente faz em si mesma! Por mais que a gente saiba que cada um tem seu ritmo pra tudo, sempre acabamos nos comparando com os outros (sei que tu não colocou isso aqui, mas certamente já deve ter feito isso) e nem sempre gostamos do que vemos, sempre achamos que poderíamos ter feito mais porque fulano conseguiu e a gente não, mas nos esquecemos que cada pessoa tem seus problemas, e sim, uns acabam tendo mais facilidade de conseguir seus objetivos do que os outros justamente por causa disso.
    Por isso, não te compara com os outros, pensa em tudo que tu já conseguiu e boa sorte em redefinir os teus objetivos. :)
    Beijos, e calma que tudo isso passa uma hora, a gente só precisa se encontrar.

  • As incertezas, a pressão, a angústia… Enfim, parecem um turbilhão! Em 2009 passei por uma fase assim, foi bastante complicada. Atualmente, depois de tanto tempo, volto a me sentir assim… E logo hoje que meu dia começou péssimo, briguei com quem mais amo (minha mãe), chorei horrores, entro aqui no seu blog como todos os dias de manhã e vejo seu post. Obrigada, tu definiu o que tenho sentido em cada palavra do texto. Agora me sinto menos angustiada, não sei se por não me sentir tão sozinha, por saber que outras pessoas sentem o mesmo ou por entender um pouco o que sinto. (Nossa, quanto sentimento! haha)

    Fê, muita boa sorte!
    Beijos!

  • Boa sorte sempre, sempre!
    Querida, eu te entendo completamente. Também estou numa fase bem semelhante (vc já deve ter percebido pelas postagens no meu blog). Em alguns momentos me sinto capaz de superar tudo, mas em outros momentos parece que fui mera espectadora da minha própria vida. Só o que posso te desejar é força e estarei torcendo e orando por você. Espero que as coisas entrem logo nos eixos, para todos nós.
    Beijos, fique com Deus

  • É aquela coisa, né? Não é fácil pra ninguém. A gente vive numa época em que todos deveríamos saber o que fazer nessa idade e que as coias estariam resolvidas, mas nada é mais longe da verdade. O fato é que, felizmente, podemos mudar a nossa vida a qualquer momento. E assim como passamos por esses momentos ruins de incertezas, e acredite, eu sei muito bem disso, a gente passa por outros maravilhosos que vão vir no futuro. É melhor pensar e ser incerta até tomar a decisão correta. Isso é somente uma etapa do que vai se tornar o seu futuro, e será brilhante. :)

  • Nós passamos por momentos assim na vida….cada um reage de um modo que a pessoa pode, mas só tenho uma coisa a dizer, que der tudoo certo com as escolhas que você decidi para você, insegunraça? é normal, todos sentem, mas é uma questão de conseguir viver com ela, enfrevar a vida fighting \o