Tag: texto

30 ago 2016

O fim de uma história que não teve começo...

Quando fugir de uma conversa não é aceitável, quando o desfecho já esperado é a única alternativa, quando o fim de uma história chega antes do começo... Este é mais um conto postado no blog, cheio de intensidade, sentimentos e honestidade.

10 ago 2016

Dez de Dezembro

Eu não sabia o que ia acontecer, mas eu estava nervosa. Girava a cabeça para todos os lados, procurando algum sinal da presença dele por ali, mesmo sabendo que ele não viria. Eu estava apreensiva, inquieta e distraída. Cada conversa tida naquele dia foi vazia para mim, porque minha cabeça estava longe. E foi então que eu o vi entrando pelo salão. Não acreditei nos meus olhos. Segui cada passo dele com a respiração acelerada, não sabendo muito bem o que fazer ou como agir... Ele sempre me deixava assim, em dúvida. Alguns minutos depois, ele estava perto de mim, […]

06 nov 2013

Cravo e canela

Nem era para eu estar postando aqui, porque o layout novo do blog ainda não está pronto, mas eu venho me sentindo tão inspirada para escrever que resolvi burlar as minhas regras e postar esse texto, para tirar um pouco a poeira daqui. Espero que o próximo post já seja para falar do visual novo do Confabulando, então até lá. Mandei uma mensagem para o celular dele e fiquei aguardando na frente do prédio. Eu sabia que ele não me responderia, mas em alguns minutos estaria cruzando a porta do elevador e vindo em minha direção. Aguardei ansiosa, mexendo os […]

14 abr 2013

Cama

Ele deitou de costas na cama, num pulo rápido, e puxou o lençol por cima das pernas, até a altura da cintura. Eu olhei para ele pelo reflexo da janela e pousei meus olhos em seus peitos, que estavam descobertos. Na altura do coração, um pingente prateado em forma de circunferência tocava a sua pele, que era clara e salpicada de pintas negras. Ele estava sério e olhava para o teto, concentrado em sua própria respiração. Contive um sorriso que ameaçou invadir meu rosto e peguei meu pijama, que estava na primeira gaveta do meu armário. Quando eu voltei para […]

04 fev 2013

Água na boca...

Caminhei até a mesa de bebidas e me servi de água gelada. Precisava me acalmar, agir normalmente. Mas não, eu estava parada em um canto da festa, olhando para todos os lados como uma desesperada, esperando encontrar aqueles olhos... Eu sabia que ele viria, mas minha ansiedade estava me matando. Tentei jogar conversa fora com um grupo de meninas que estava perto de mim, mas como formular frases e ser sensata quando a única coisa em que eu conseguia pensar era em estar perto daquele cara que tirava o meu fôlego e me deixava com água na boca? Esqueci que […]