22 de abril de 2015

Surpresa boa

Meus olhos encontraram você sem querer. Eu não estava te procurando, eu não estava prestando atenção, mas você estava lá, esperando para se tornar uma surpresa boa na minha vida. Levei algum tempo para entender o que estava acontecendo e perceber que minha atenção se voltava em sua direção toda vez que você estava por perto.

E então, aquele dia, eu parei do seu lado e tudo mudou. Tudo mudou para mim, aqui dentro. Não sei se foi quando nossos olhos se cruzaram tão de perto pela primeira vez ou se quando percebi que eu estava completamente à vontade perto de você, sem me preocupar se eu estava falando a coisa certa ou agindo de forma calculada, tentando te surpreender. Eu estava sendo eu, apenas eu.

Surpresa boa

Creio que isso foi o que me fez perceber que, com você, seria diferente. Não gosto de jogo, de teatrinho, de barra forçada. Não quero ter que pensar em táticas para chamar a atenção de alguém, de ter que ficar adivinhando se minhas ações estão me levando para o lugar onde eu quero chegar. Não gosto de ter que ficar pensando o que preciso fazer ou falar para receber algo em troca, gosto quando tudo acontece naturalmente, sem planejamentos, sem script.

E com você foi assim. É assim. Eu não preciso pensar, apenas vou no embalo, seguindo a maré para onde ela me levar. E então eu descobri o seu sorriso. Naquele momento, a única coisa que eu consegui pensar foi que eu não precisei fazer nada de diferente para te fazer sorrir… Aconteceu. E meu coração bateu mais forte imediatamente, porque aquilo tudo era certo. Era fácil, era gostoso.

Meus olhos grudaram em você e eu não queria que aquele momento acabasse. Eles eram atraídos pelos seus lábios, seus dentes, sua voz, seus olhos brincalhões, suas mãos, seus trejeitos… Tão únicos, tão seus. E eu consigo enxergar eles sendo meus, sendo para mim.

E agora você não sai da minha cabeça, de jeito algum. E eu não quero te tirar da minha vida, de jeito algum. Quero fazer parte dos seus planos, dos seus dias, dos seus compromissos. Quero segurar a sua mão, deitar a cabeça no seu ombro, que tem a altura certa para mim. Quero outras surpresas, quero mais conversas, quero provocar sorrisos. O seu sorriso e o meu sorriso, juntos, separados por uma fresta de ar e nada mais.

Vou fechar meus olhos e imaginar minha vida ao seu lado. Depois vou abri-los e esperar o destino me soprar para os seus ares, na velocidade certa. Vou estar de mente aberta, de coração aberto, de braços abertos para te receber na minha vida. Já foi incrível ter te encontrado por acaso, sem esperar, então não tenho pedidos mirabolantes ou desejos impossíveis. Por enquanto, só quero a sua presença e os seus sorrisos. O resto, a vida se encarrega.

Gostou deste post?
(0)
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 comentários em "Surpresa boa"
  • Enquanto uns dão gargalhadas, outras choram… E assim a vida segue!

    Acho tão bom essa fase do “conhecer”,, sabe, em que a gente vai admirando cada atitude da pessoa,. cada gesto, olhar… Eu ultimamente tenho colocado os dois pés pra trás quando algo do tipo acontece, mas, é inevitável… a gente acaba cedendo e se entregando.

    Eu espero, de verdade, que você esteja aproveitando bastante essa fase e se divertindo. Torcendo aqui também pra que tenha um desenrolar bacana essa história. Você merece. :)

  • Ai cara, seu texto me lembrou como é bom aquela fase em que se começa a desenvolver um crus por alguém e tudo é mágico, aquela parte mais platónica mesmo em que só se fica observando e imaginando coisas… Estou nostálgica agora XD

    E para o caso desse texto ter sido escrito baseado em fatos reais atuais, aproveite!!! >:D

  • Ai Fê <3

    Ando tão sem paciência pra essas coisas, na minha vida, mas lendo esse texto me deu uma saudade dessas "primeiras semanas". Adoro te ler! Espero poder te ler em papel um dia (sei que é um dos seus sonhos, né?). De resto, feliz por você!

  • Uau, legal o texto hein, acho que alguém está apaixonadaaa :D ralmente é uma sensação muito boa!! Quem sabe você não é correspondida (eu não sei se já é hehe). Legal relembrar o começo de uma relação, quando começamos a ter um crush por alguém!!

    Bjão.

  • “Espero de verdade que Abril te traga o que você tanto espera mas que também traga boas surpresas, o inesperado também pode ser maravilhoso!! ”

    Esse foi meu comentário no seu post anterior e eu tô PASSADA no dinheiro que to perdendo, eu sou a nova mãe Diná!!! hahahahahaha.. feliz demais com essa surpresa inesperada que chegou pra você, que delícia!!!
    Beijos Nanda!!!