17 de janeiro de 2010

Sobre Toronto… Parte 2

Desde o finalzinho de novembro, início de dezembro eu tenho sentido muita falta de Toronto. Logo que eu voltei para cá não achei que ia sentir falta do Canadá, até porque eu tenho algumas lembranças ruins da época que eu fiquei lá, mas agora eu vejo que me enganei. Se eu tivesse outra oportunidade, eu voltaria correndo para lá… Saudade da cidade, dos momentos únicos, das minhas experiências, dos lugares que eu conheci, do jeito que as coisas funcionam lá, de estar em outro país, de falar em inglês, de viver a minha vida do meu jeito. Saudade dos shows, da quantidade deles. Do leque de coisas diferentes pra fazer. Tenho pensado muito sobre isso! Pensado no Halloween, no dia de Ação de Graças, no Natal com neve, no ano novo… Momentos que eu queria ter passado lá, não aqui.

Sinto falta de ter feito mais amigos por lá, de ter me soltado mais, conversado mais, feito mais coisas diferentes, de ter vivido mais… Momentos que não voltam e que eu vou guardar no meu peito com muito carinho para sempre. Sei que não posso largar as coisas aqui de novo, família, emprego, faculdade, para ter tudo aquilo de novo, mas, às vezes, vontade não falta. Queria muito estar lá. Ainda estar lá. Fico me imaginando andando por aquelas ruas, indo aos lugares onde eu gostava de ir, estar ao lado daquelas pessoas que me fizeram sorrir muitas vezes. Saudade de fazer coisas diferentes, de ter coisas legais para contar para meus amigos, de ser aquela pessoa que viajou para longe e que faz falta por aqui… Saudade de estar vivendo uma vida com a qual eu sempre sonhei e que acabou tão rápido pra mim…

E em homenagem à toda esta saudade, eu decidi fazer um TOP 5 com as coisas de que eu mais sinto falta de lá e das coisas de que eu dou graças a Deus que não preciso mais conviver. Também fiz um TOP 5 das lojas que eu mais gostava e que eu gostaria muito que tivessem aqui também, bem pertinho da minha casa, e que desse pra ir à pé, como eu fazia quando eu morava lá. Lá vai!

COISAS QUE EU MAIS SINTO FALTA


1) Bancos — Lá não existem filas como aqui. Os bancos ficam abertos das 8 da manhã até às 8 da noite, ou seja, não acumula gente dentro do banco e você sempre é atendido em menos de 5 minutos. Os bancos também abrem aos sábados. Não seria ótimo que aqui também fosse assim?
2) Donuts do Tim Hortons — Não existe nada melhor do que os donuts do Tim Hortons. Sempre que eu tinha vontade de comer algo doce, passava lá e comprava uns pra mim. Sim, UNS, porque é impossível comer um só. O melhor que tinha era o Boston Cream, que era com cobertura de chocolate e recheio de creme de baunilha. Hmm, que vontade!
3) Lojas de CD e livros — Eu sei que aqui também tem lojas de CDs e livros, mas aqui não tem TODOS os CDs e TODOS os livros que eu quero. Lá tem muito mais opções e eu fazia a festa toda vez que entrava nestas lojas. Vontade de comprar tudo, de ficar lá dentro e nunca mais sair. Não há nada melhor do que entrar numa loja querendo comprar um item e sair querendo mais 10.
4) Água quente — Água quente? Como assim? Bom, é que lá todas as torneiras tem água quente (e quando eu digo quente, eu quero dizer fervendo de tão quente!) e você pode misturar quente e fria até conseguir a temperatura que você quer. Ótimo para lavar o rosto, escovar os dentes, tomar banho, lavar roupa, lavar louça, sem ficar congelando…
5) Dollarama — Esta loja é a melhor loja do mundo. Seria equivalente aos nossos 1,99 daqui, só que lá você encontra absolutamente tudo por apenas 1 dólar. E eu digo tudo mesmo. Coisas para casa, panelas, baldes, produtos de limpeza, comida, itens de papelaria, roupas, itens de decoração e muito mais. E é tudo baratinho, que é a melhor parte! Queria uma dessas ao lado da minha casa!

COISAS QUE EU NÃO SINTO FALTA


1) Abridor de lata — Eu juro que eu tentei várias vezes usar aquele abridor de latas, mas é praticamente impossível usar aquilo… Eu apelava para a faca de ponta e abria as latas aos trancos e barrancos, porque eu e o abridor de latas tínhamos uma rixa. Não sei se era porque o que eu tinha em casa não era muito bom, mas eu prefiro o velho e bom abridor de latas, esses que todo mundo tem na gaveta da cozinha, e não aquele “ser estranho” que meu intelecto não conseguiu usar de jeito nenhum…
2) Barulho de sirene — Existe som mais insuportável que este? Lá em Toronto ele não pára de tocar um minuto. É caminhão de bombeiros pra cá, ambulância pra lá, carros de polícia pra cá… E eles usam a sirene sempre que estão na rua, ou seja, você praticamente enlouquece. Quando você escuta uma primeira vez, tudo bem; uma segunda vez, ok, paciência; mas 341 vezes por dia não dá… Era um terror!
3) Sinal de pedestre — Ah, eu não tenho paciência de ficar esperando para atravessar a rua quando não tem nenhum carro vindo nem de um lado e nem do outro… Às vezes eu até atravessava sem esperar, mas todo mundo lá espera. Aí você tem que entrar no clima e esperar junto com eles, né? Mas é um saco. Se bem que se você colocar um pé fora da calçada, mesmo que o sinal esteja fechado, os carros param para você… Outra civilização por lá!
4) Taxas — Tudo o que você compra no Canadá vem acrescido de uma taxa de 13%, referente aos impostos. Aqui no Brasil, esta taxa já está embutida no valor da mercadoria, mas lá não, então sempre que você compra algo é o valor da mercadoria + 13%. Só que é um saco ficar calculando estes valores. Aí você acha que o produto está super barato e quando vai pagar, não saiu tão barato assim. Eu prefiro já saber o total que eu vou gastar de uma vez! Não é nada prático!
5) Café — O café canadense é bem ruinzinho. Como eu trabalhei numa cafeteria, eu experimentei alguns blends que eles tem por lá, e já adianto: são todos ruins. O café tem gosto de torrado, além de ser fraco. Provavelmente o gosto deles para café é diferente do nosso, mas já que o café é essencial para eles por lá, eles poderiam tentar produzir um cafézinho melhor, né? Coitados! Sou mais um café Melitta mesmo! Hehehe…

LOJAS QUE EU MAIS SINTO FALTA


Indigo — Loja de livros, jogos, brinquedos, DVDs e CDs. É a maior loja de livros do Canadá e tem uma a cada esquina.
HMV — Loja de CDs, DVDs, Blurays, videogames, MP3, livros e outros eletrônicos. Melhor loja para comprar CDs, porque você encontra de tudo!
Ardene — Loja de acessórios, roupas, calçados, bolsas, bijuterias, óculos, etc. E tudo por um precinho ótimo!
Aeropostale — Loja de moda jovem feminina e masculina. Amei as calças jeans que eu comprei lá. São lindas e do jeito que eu gosto!
Smart Set — Loja de moda feminina. Dá vontade de comprar tudo. Além de baratas, as roupas são lindas e super bem feitas.

Mas de Toronto, agora só ficaram as lembranças. Muita saudade e a realização de um sonho. Mas eu ainda volto lá para matar a saudade. Prometo.

Gostou deste post?
(0)
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 comentário em "Sobre Toronto… Parte 2"
  • Fe, quando vc foi pra o Canada foi por uma agencia ou por conta propria? E qual o tipo de visto vc usou? Vi aqui no seu blog q vc foi estudar linguas, mas que tbm trabalhava…porem eu andei pesquisando e vi que quem vai com o visto de estudante n pode trabalhar. Eu vou fazer o curo de linguas, mas tbm queria poder arrumar um job. Qual dica vc poderia me dar?