11 de maio de 2016

Seriado: Supergirl

Desde que foi lançado, em outubro de 2015, o seriado Supergirl foi adicionado mentalmente à minha watchlist. Eu demorei para baixar e assistir os episódios, mas assim que iniciei a maratona de Supergirl, terminei a primeira temporada rapidinho… Ao meu ver, a história não evoluiu muito e não tem uma trama muito bem definida, mas os personagens são tão cativantes, que eu nem me importei com isso. Eu queria saber o que ia acontecer e continuei assistindo, episódio atrás de episódio. Eram 20, mas quando eu vi, já estava no último.

Supergirl

Kara Zor-El (Melissa Benoist) nasceu em Krypton e, aos 13 anos de idade, foi enviada à Terra por seus pais, Zor-El e Alura, para sobreviver à destruição do seu planeta e proteger seu primo Kal-El, que ainda era um bebê. Devido à explosão de Krypton, a nave em que ela estava foi desviada de sua rota original e entrou na Phantom Zone, uma dimensão paralela de Krypton, por onde ficou aprisionada por 24 anos. Durante este período, o tempo congelou para Kara e, portanto, quando sua nave conseguiu escapar de lá e chegar na Terra, ela ainda tinha seus 13 anos.

Kal-El, agora adulto e já conhecido como Superman, resgata Kara em sua nave e a leva para ficar aos cuidados da família Danvers, que a adota como filha prontamente. De acordo com o que sua mãe havia explicado antes de sua partida de Krypton, assim que chegassem à Terra, Kara e Kal-El teriam superpoderes, devido à influência do sol amarelo. Como sua missão na Terra era proteger o seu primo bebê — que agora já não precisa mais de nenhum tipo de proteção — Kara resolve esconder seus poderes e viver uma vida normal, como uma criança normal.

Supergirl

Nos dias atuais, Kara Danvers tem 24 anos e trabalha como assistente pessoal da empresária Cat Grant (Calista Flockhart), dona da empresa Catco Worldwide Media. No entanto, quando o avião em que está sua irmã adotiva Alex Danvers (Chyler Leigh) sofre um acidente e está prestes a cair, Kara decide assumir seu papel como heroína, salvando todos à bordo, e começa a usar as suas habilidades para ajudar pessoas que estão em perigo.

Supergirl
Melissa Benoist no papel de Kara Danvers
Supergirl
A empresária Cat Grant, interpretada pela atriz Calista Flockhart
Supergirl
Kara com seu melhor amigo Winn Schott Jr. e sua irmã adotiva Alex

A aventura começa quando ela se transforma em Supergirl e sua irmã revela a ela que trabalha para uma organização secreta chamada DEO, que protege a cidade contra alienígenas e outros seres perigosos. Com a ajuda de Kara, agora Alex e seu chefe Hank Henshaw (David Harewood) aprisionam criaturas do mal e salvam a população de grandes catástrofes.

Supergirl
Alex Danvers e Kara Danvers, em uma de suas missões do DEO

No seu ambiente de trabalho, Kara conta com a ajuda do seu melhor amigo tudo-de-bom Winn Schott Jr. (Jeremy Jordan) e o mais novo diretor de arte da Catco, James Olsen (Mehcad Brooks), conhecido por ser amigo do Superman, ou Clark Kent, e ex-fotógrafo do jornal Daily Planet. E é óbvio que, neste cenário, temos um triângulo amoroso. Resumindo: Winn gosta de Kara, Kara gosta de James e James não sabe o que quer da vida… Quero deixar bem claro desde já que eu sou #teamwinn, ok?

Supergirl
Kara com os amigos e colegas de trabalho Winn Schott Jr. e James Olsen
Supergirl
Kara e Winn Schott Jr.
Supergirl
Kara e James Olsen

Duas grandes ameaças estão colocando National City em perigo: o empresário megabilionário Maxwell Lord (Peter Facinelli), que tenta expor a verdadeira identidade de Kara ao mundo, e os vilões fugidos da prisão kryptoniana Fort Rozz, incluindo sua tia materna Astra (Laura Benanti) e seu esposo Non (Chris Vance). E, no meio de toda essa confusão, Kara e Alex ainda descobrem que o chefe do DEO, Hank Henshaw, é na verdade um marciano chamado J’onn J’onzz.

Supergirl

Eu gostei bastante da primeira temporada… Achei que a história precisa ficar mais interessante, ter uma trama mais bem definida, mas tenho certeza que nas próximas temporadas isso vai ser intensificado. Em um dos episódios dessa temporada de estréia, tivemos a participação do Barry Allen (Grant Gustin), nosso queridíssimo The Flash, em um crossover entre os dois seriados. Foi bem legal; espero que eles façam mais vezes…

Supergirl
Crossover de The Flash e Supergirl, com a presença do ator Grant Gustin como Barry Allen

Também estou torcendo imensamente para trazerem o próprio Clark Kent para a história, que por enquanto tem se comunicado com Kara apenas por mensagens instantâneas. Quero a dupla dinâmica Supergirl & Superman em algum episódio. Ainda não consegui me desligar da imagem do homem de aço de Smallville, interpretado pelo ator maravilhoso Tom Welling. Mas ó, topo até que seja ele! :wink:

Alguém também assistiu ou está assistindo o seriado? O que estão achando? Estão shippando Kara e Winn como se não houvesse amanhã? Meodeus, o que foi essa cena? Clica aí ó e chora comigo… Foi muito para o meu coraçãozinho. #mimimi

Que a segunda temporada venha logo, porque ó… :love:

Supergirl
Já estou shippando fortemente…

Curiosidade: a atriz que interpretou a Kara em Smallville, Laura Vandervoort, fez uma participação especial em Supergirl na pele da vilã Indigo (Brainiac 8), aparecendo em três episódios da série.

Gostou deste post?
(0)
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 comentários em "Seriado: Supergirl"
  • Uma coisa que me incomoda MUITO nas séries da DC é pq são bem teen! Juro, a única série que eu gosto é Arrow, assisto The Flash sabe lá Deus pq, mas acho forçado. Quando vi essa da Supergirl quis morrer haha, acho que já me acostumei com séries tipo Demolidor, onde as coisas são mais sérias…

    Outra coisa que me deixa pasma é o fato dela e do superman não usar máscara e ngm saber quem são…

    bjus

  • Fe, adorei sua review!
    Quando soube que lançariam uma série da Supergirl, fiquei curiosa pra assistir, porém relutante, com aquele pé atrás básico, sabe? Haha
    Mas acabei adorando. A série tem a mesma pegada que The Flash, e aliás fiquei contente que agora Supergirl vai pra CW também, ou seja, ficará melhor ainda! Sem contar que a chance de outros crossovers aumentará, pelo fato das filmagens serem todas na mesma cidade (Vancouver).
    Eu gosto desse clima de misturar ação com alguns dramas e situações cômicas, por isso que amo The Flash, e por isso fiquei tão apegada a Supergirl também. Sem contar é claro, que curto muito coisas de Super heróis, e cada vez mais tenho acompanhado esse universo, agora que tenho horários mais livres, digamos assim. Então acho difícil atrair alguém que não é muito ligado nesse universo, entende?
    Mas como você mencionou, outra coisa que cativa bastante são os personagens amorzinhos <3 Sou totalmente #TeamWinn também! Me partiu o coração essa cena do vídeo </3
    Tô atrasada uns 3 episódios, mas eu gostei muito dessa primeira temporada, só que ficou aquela impressão de que a série poderia ter mais consistência. Tipo, acho que eles pecaram principalmente pelo fato de nenhum vilão que apareceu ter sido realmente marcante, de ser "woah, muito foda". A questão da trama que você pontuou mesmo.
    Ainda assim, acho super válido assistir! E a Melissa Benoist é maravilhosa como Supergirl, na minha opinião; mostra que é determinada, que tem os seus princípios, mas que ao mesmo tempo é vulnerável também.
    Sobre o que a outra moça comentou no post, de não se ligarem da identidade dela mesmo não usando máscara… quando comecei a assistir, me questionei isso também. Porém, fui atrás da informação e, aparentemente, o Superman tem a habilidade de implantar uma desordem mental nas pessoas, através da hipnose com suas lentes hipnóticas de cristal de Kryptonita. Isso causa a incapacidade de memorizar rostos. Pelo que li, isso foi explicado numa hq lá de 1978. Então acredito que por serem primos e terem habilidades semelhantes, a Kara consiga fazer isso também :)

    Me empolguei no comentário, haha xD

    Beijos,

    Priih <3

  • Oi Fernanda!! Você comentou no meu antigo blog http://www.xxfunhouse.blogspot.com no post sobre Agent Carter. Agora eu tô nesse outro endereço ;)
    Então, eu quero muito assistir a Supergirl, principalmente depois que teve esse crossover com The Flash que eu assisto mas não pude ver porque não assisto Supergirl ainda. Eu tava numa vibe de ver muitas séries e em poucas semanas assisti tudo de Arrow e The Flash, mas depois acabei cansado um pouco e agora to vendo mais filmes que séries hahaha
    Bom, eu acho que você devia ver Agent Carter, sério! A segunda temporada confesso que não gostei tanto quanto a primeira, mas ainda assim era uma série que pra mim tinha muito potencial e ainda não me recuperei do fato de ter sido cancelada :(

    Beijos!

  • Boa noite,
    Como vai, querida?

    Eu vi aleatoriamente na Warner….parece legal.
    Agora vou colocar na minha lista kkkk
    E também, convenhamos, a atriz é muito gatinha né? kkkkkkkk

    Beijos e se cuida

  • Eu amo séries, mas sinceramente estou super atrasada em relação a todas elas, motivo: falta organizar meu tempo e querer assistir muitas ao mesmo tempo. A Supergirl estava muito curiosa em assistir, então um certo dia de folga, sem querer e sem saber o horário certo na tv, acabei assistindo um episódio e achei interessante , então a minha curiosidade aumentou e ela já esta na minha lista enorme rsrsrs de séries para assistir. Gostei do post. Bjs