6 de maio de 2016

Quando desistir não é uma opção…

Desistir é algo que eu não sei fazer muito bem. Sou teimosa, sou persistente, sou paciente. Não me importo em esperar para que as coisas se resolvam da melhor forma possível. Muitas vezes, pode parecer que eu simplesmente desisti, mas não… Estou apenas dando tempo ao tempo, aguardando a hora certa chegar. Esperando que o universo gire e me traga uma outra solução.

Os últimos cinco meses têm sido uma prova disso… Eu prometi que ficaria quieta no meu canto, que não insistiria em algo que não estava funcionando para mim naquele momento. E promessa é dívida… Tem sido difícil, mas eu sou forte e não me deixo abater por qualquer coisa. Sim, dói. Sim, às vezes eu fico triste, mas eu sei que algo maior está vindo em minha direção.

Desistir não é uma opção...

Algo importantíssimo que aprendi com o tempo é que, nem sempre, algo diferente do esperado ou não planejado é algo ruim. Por vezes, é o que a gente precisa para quebrar o encanto de algo que nos deixa vidrados, para que possamos olhar para os lados, ver outras paisagens e querer conquistar coisas ainda melhores. E isso também não é desistir, é traçar voos mais altos…

Mas, no fundo, lá no fundo, o coração sabe o que ele quer… Sonhos verdadeiros não vão embora com facilidade. Mesmo após uma queda feia, encontramos forças para levantar e tentar de novo. E ninguém vai me fazer desistir do que eu realmente quero, porque desistir nunca é uma opção. Guardo meus desejos e esperanças lado a lado, para que me guiem pelos melhores caminhos, por mais longos que sejam.

Aprendi também que parar de insistir ou silenciar uma vontade ou sentimento também não é desistir. Sei disso porque seria impossível dizer que desisti de algo que eu penso todo dia, seja quando acordo ou quando estou indo dormir. Aceitar que algo não deve acontecer no momento em que desejamos não é desistir. A vontade continua lá, porém temos que entender que nem sempre a hora que julgamos certa é, de fato, a hora certa. Tudo acontece quando e como deve acontecer. Forçar situações não adianta nada, porque não teremos a garantia que dará certo.

Sendo assim, eu recuei… Uma, duas, três, inúmeras vezes. O que é meu está guardado. Esperei até agora, não me importo de esperar um pouco mais. Eu sei que o que quero e eu sei que vou conseguir, mesmo que aconteça diferentemente de como eu imaginei com minha criatividade gigantesca. O que é bom, porque eu gosto de surpresas, de ser surpreendida. Vou esperar até quando for preciso… E o que eu faço agora é torcer para que isso chegue a mim o quanto antes. E que chegue na hora certa.

Desistir não é uma opção...

Sei que com o tempo me tornei uma rocha, menos maleável, mais fria. Mas, quero que saibam, que foi preciso. Foi a forma que encontrei para me manter segura, resistente, impermeável. E hoje, mais do que nunca, sei que preciso baixar minhas proteções, minha muralha. Não quero continuar inacessível, porque sei que a hora certa está chegando… Finalmente, está chegando.

E aconteça o que acontecer, que fique aqui registrado que eu nunca desisti e nunca irei desistir. Estou aguardando pacientemente… E se, por algum motivo necessário, meu caminho não trilhar para o final que esperei por tanto tempo, que ele trilhe para algo melhor. Ficarei satisfeita com o que for enviado para mim, porque eu sei que fiz muito para merecer algo bom e ninguém pode tirar isso de mim.

E, mesmo que tudo der errado, mesmo que o que eu tanto desejo para mim não aconteça como esperado, eu continuarei com um sorriso no rosto, porque eu terei certeza de que estou apenas sonhando pequeno… Jamais vou desistir, jamais vou esquecer do que é importante para mim. O que é meu está a caminho e, mesmo que eu passe a vida inteira esperando, eu vou conseguir o que eu quero no final.

Gostou deste post?
(0)
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 comentários em "Quando desistir não é uma opção…"
  • oi, oi.

    acho que estamos passando pela mesma fase, Fê. eu tbm ando deixando um pouquinho as coisas de lado e focando em outros projetos, pq não sei bem quando tudo vai se resolver. mas, como tu mesmo disse, deixar de lado, por um tempo, não quer dizer que desistimos. apenas não queremos forçar algo que não vai acontecer agora.

    espero que tudo continue se ajeitando pra ti e sim: tbm acreditando que coisas grandes tão vindo pra ti. tu é experta, inteligente e sabe o que faz… e tem tbm aquele lance de não compartilharmos tudo com os outros, né? é bom pra não dar azar.

    continuo aqui torcendo pra um gringão mó gato aparecer pra ti. ;)

    bjs!

    • oi adriel… :)
      olha, eu espero de verdade que você não esteja passando por nada parecido do que anda acontecendo comigo… porque ó, estou numa maré de azar generalizada. tudo tem dado errado, sabe? socorro… mas como eu disse no post, eu sei que vai passar e eu não vou desistir de todas as coisas que ainda quero realizar… a parte de não espalhar muito o que anda acontecendo comigo é justamente para prevenir que as coisas piorem — e por isso que o post ficou bem “superficial”… mas estou sentindo que essa fase ruim deve passar logo e depois vou só aproveitar! e eu agradeço de coração pela sua torcida, viu? que venha tudo em dobro para você também! ;)
      beijoooo

  • Boa tarde,
    Como vai, querida?

    Muito bom este texto. Sério mesmo!
    Entendo…as vezes parece que não nos importamos, que ficamos distante do mundo quando na verdade estamos tentando ficar mais fortes por dentro, esperando algo melhor, a oportunidade certa.

    Beijos e se cuida

    • oi sandro… você disse tudo! enquanto a fase ruim não passa, a gente coloca o foco dentro da gente mesmo para estar mais forte e mais preparado quando as coisas começarem a mudar… acredito que terei boas notícias em breve, mas estou firme e forte agora, mesmo no meio dessa confusão, esperando as coisas voltarem para os trilhos. e vai dar tudo certo! obrigada pela força! beijos =***

  • Acho bem difícil qdo queremos mudar mas nada acontece a nosso favor :( ou pior ainda, quando queremos mudanças mas não fazemos ideia por onde começar e nem se é a melhor opção. Sei bem disso, tbm sou assim :(

    bjus

    • pois é, bia… às vezes não basta força de vontade, temos que ter muita paciência também. mas acho que isso é o mais importante… é não abrir mão de algo que a gente realmente quer porque alguma coisinha não aconteceu da forma como queríamos… superar os obstáculos é o primeiro passo para chegar no objetivo, né? mas concordo contigo, às vezes as coisas ficam tão confusas, que nem sei por onde começar… mas vou tentando, aos poucos, do jeito que dá, porque desistir realmente nunca é uma opção para mim! beijos <3

  • As vezes a gente não entende quais os planos do universo, ou nós mesmos é que não estamos canalizando a energia da forma certa para o que queremos, eu mesma vivo… Se fosse fácil todo mundo conseguia né? O importante é você não esquecer do seu objetivo e continuar focando nele que as coisas acontecem mais cedo ou mais tarde…