2 de julho de 2010

O álbum mais adiado do mundo

Quem me conhece, ao menos um pouquinho, sabe que meu muso se chama Evan Taubenfeld. Não que ele seja lindo de morrer ou um tipo daqueles que faz você suspirar (sim, porque ele NÃO É!), mas porque ele é querido e super talentoso. Desde que eu bati os olhos nele, na época em que ele ainda tocava com a Avril Lavigne, eu já gostei dele… Ele sabe ser engraçado, nerd, sério, descolado e bobo tudo ao mesmo tempo. Não é à toa que ele é o muso!

Em 2005, quando ele saiu da banda da Avril para correr atrás de sua própria carreira, ele assinou um contrato com a Warner. Só que desde então, foi só correria em busca das músicas e do álbum perfeito. Ninguém mandou ser perfeccionista! Quem acompanhou ele durante toda essa fase (eu, eu, eu!), sabe que ele montou uma banda, trocou o nome da banda cinco vezes (sim, CINCO!) e que em 2008, quando o álbum estava prestes a ser lançado, não foi… :sad:

No ano seguinte, ele deu um novo significado à palavra ‘soon’, porque era quando o álbum seria lançado. Só que o ‘soon’ não chegava nunca, e passou a significar mais “a perder de vista” do que “em breve”… Chegou a um ponto em que ele já fazia piada dele mesmo, dizendo que o álbum seria lançando no sentido literal de ‘soon’, e não no sentido Evan. Apesar de ele ter nos enrolado por quase um ano com este ‘soon’, o álbum finalmente saiu… Aleluia, irmãos!

Nunca eu achei que eu teria que esperar 5 anos por um álbum, o mais adiado de toda a história do mundo, mas valeu a pena. “Welcome To The Blacklist Club” foi lançado dia 18 de maio de 2010 e apesar das míseras 10 faixas, acho que as noventa mil seiscentas e vinte e quatro trocas de faixas valeram a pena, porque o álbum ficou ótimo. Eu gostaria que ele tivesse colocado mais músicas, mas eu já fiquei feliz só pelo álbum ter saído, que é o mais importante… Qualquer coisa, a gente aguarda pelo segundo (daqui uns dez anos, talvez!).

Ia fazer um review de cada música, mas como eu sei que o post ficaria gigantesco, resolvi fazer um vídeo com trechinhos das músicas para vocês conhecerem. O álbum tem algumas baladinhas, algumas músicas com batidas mais pesadas e outras que dá vontade de levantar e dançar. Para quem não conhece o artista, acho uma oportunidade legal para conhecer o tipo de música que ele faz. Admito que eu gostava da voz dele mais ‘das antigas’, que era mais rouca, mas ele vai continuar sendo o meu músico #1 por longos e longos anos…

Das músicas do álbum, a minha favorita é, sem dúvidas, “Matter Of Time”. Fora esta, que é óbvio que é ótima, as melhores do álbum são “It’s Like That”, “Cheater Of The Year”, “Razorblade Limeade”, “Waiting” e “Better Than You”. Mas o gosto sempre varia de pessoa para pessoa, né? A favorita do Evan é a primeira faixa, “Pumpkin Pie”. Alguém gostou de alguma em especial? Fala aí…

Para quem gostou do que ouviu e gostaria de conhecer um pouco mais sobre o Evan, eis aqui o link para baixar o álbum… Baixem, escutem e me falem o que acharam! É sempre legal conhecer gente que curte as mesmas coisas que a gente… Espero então que gostem do trabalho dele. E sintam-se à vontade para dar sua opinião, independente de ser positiva ou negativa… Ele leva muito em consideração tudo o que a gente fala, então o feedback é super importante! Conto com o de vocês também! :happy:

Gostou deste post?
(0)
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *