8 de setembro de 2012

No meu rádio: The All-American Rejects

Pouco mais de um mês atrás eu tive a brilhante ideia de colocar o CD do The All-American Rejects no rádio do meu carro novamente… Desde então, é só o que toca por lá! Entro no carro, ligo o rádio e já começo a cantarolar junto, batucando na direção e me divertindo com as músicas do álbum “Move Along”, o segundo da banda. Conheço o TAAR há anos e comprei este álbum na época em que eu morava em Toronto, porque aqui no Brasil a banda não é muito conhecida e é difícil de encontrar o CDs deles nas lojas… É uma das minhas bandas favoritas e este álbum, em especial, é meu xodó, porque não tem uma música que eu não goste: todas são ótimas! <3

Obviamente, tenho as minhas favoritas, mas elas não são melhores que as outras, simplesmente são um pouco mais significantes para mim… Acho que a razão pela qual estou ouvindo muito eles agora é porque as letras das músicas encaixam comigo neste momento e me passam uma mensagem positiva, de que as coisas não estão bem agora, mas vão ficar… A gente se apega às coisas quando elas fazem sentido em relação ao que estamos vivendo e passando. Pois é, eu estou na fase de “move along”…

Move Along (2005)
The All-American Rejects
:star1: :star1: :star1: :star1: :star1:
O álbum começa numa vibe gostosa com “Dirty Little Secret”, uma música com refrão chiclete e que dá vontade de levantar para dançar e cantar bem alto. Adoro esta música, já foi uma das minhas favoritas, mas hoje em dia gosto mais de outras não tão conhecidas. Esta música foi o primeiro single do álbum, que recebeu críticas mistas, porém foi a primeira música da banda a chegar na Billboard Hot 100. “Stab My Back” é a segunda faixa. A música é boa, no mesmo esquema da anterior, um rock pegado com um astral legal, mas não chega a ser uma música de destaque do álbum. Mas então começa a tocar a música que dá nome ao álbum, “Move Along”. Esta é de longe uma das melhores faixas do CD… Gosto da batida, das paradas antes de entrar no refrão e da letra, que é inspiradora. Ela fala sobre seguir em frente, quando as coisas estão difíceis em sua vida. Qualquer semelhança é mera coincidência! A melhor parte é quando a banda para de tocar e um coro de vozes canta o pré-refrão juntos… De arrepiar!

Depois de três músicas embaladas, começa a lentinha “It Ends Tonight”… Esta música foi o último single do álbum e tocou bastante na rádio gringa e na televisão. Ouvia essa música em loop logo que comprei o álbum, mas como disse antes, minhas preferências mudaram. A quinta faixa, “Change Your Mind”, embala de novo, bem ao estilo de TAAR. Adoro a última frase do refrão e o jeito que o vocalista canta ela: “change your mind, let go too soon”… O final é divertido, na parte antes do último refrão, que ficam os rolos de bateria e a voz mais suave. Essa música é muito boa mesmo, eu adoro e canto junto sempre.

“Night Drive” começa com palmas e um solinho de guitarra marcado com batidas fortes. A música inteira segue neste ritmo, bem animada e contagiante… O refrão é ótimo e eu adoro os agudos que o vocalista atinge. Pra variar (só que não), o final também é a melhor parte. Adoro as paradas, as palmas, as batidas e o “uh-uh-uh-uuuuhhhh”… A faixa seguinte é “11:11PM”, também bem agitada e com um exagero de solos de guitarra. Adoro o “this could be the last time” que precede o refrão! A oitava faixa, “Dance Inside”, dá uma acalmada, mas não chega a ser uma balada. O refrão é bom e as frases pares de cada verso são divertidas do jeito que são cantadas. Sempre canto só elas, que são as frases mais marcantes e fáceis de decorar… Depois desta, vem a “Top Of The World”, que tem uma introdução ótima, com um dedilhado de violão clássico… Puro luxo! É uma das minhas favoritas e o refrão é bem chiclete também! Adoro! <3 "Straightjacket Feeling" é uma balada gostosa de ouvir, lenta e numa vibe de final de festa, sabe? Adoro de paixão esta música e ela significa bastante pra mim... Vou colocar o refrão dela logo ali embaixo e vocês vão entender o porquê. E daí a coisa pega fogo de novo com "I'm Waiting"... Ela não é tão rápida como outras músicas do álbum, mas de parada também não tem nada. Novamente, destaque para os solos de guitarra... E para fechar o álbum, o meu xuxuzinho, que eu ouço em loop o tempo inteiro, a tudibão “Can’t Take It”. Ela começa ao som de violinos e é quase uma balada. A letra é linda e encaixa perfeitamente na minha vida! Geralmente eu aumento o volume, fecho os olhos e canto o mais alto que posso… Para mim, esta e “Move Along” são as melhores músicas desse álbum! De longe, sem qualquer sombra de dúvidas!

Yesterday was hell
But today I’m fine without you
Runaway this time without you
And all I ever thought you’d be
That face is tearing holes in me
But today I’m fine without you
Runaway this time without you
And all the things you put me through
I’m holding on by letting go of you

The All-American Rejects – Straightjacket Feeling

Favoritas: Move Along, Night Drive, Top Of The World, Straightjacket Feeling e Can’t Take It
Ótimas: Dirty Little Secret, It Ends Tonight, Change Your Mind e I’m Waiting
Boas: Stab My Back, 11:11PM e Dance Inside
Escute também: Baixar este álbum

Para encerrar o post, o clipe de “Move Along”, que não é tão legal quanto a música, mas vale a assistida! :wink:

Gostou deste post?
(0)
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 comentários em "No meu rádio: The All-American Rejects"
  • Ah, acho as músicas deles tão gostosas também!
    Concordo com você, Dirty Little Secret é bem chichetinha e Move Along dá um ânimo :D

    Mas a minha preferida é Gives You Hell!

  • Ai guria, como eu adoro AAR!!! Minha adolescencia toda escutava freneticamente, e até hoje! É tão gostoso, e as letras fazem tanto sentido! Vou por pra tocar agora mesmo! hehe.

    :*

  • Aah eu amo Move Along e Dirty Little Secret porque me lembram muito minha adolescência. Mas só conheço essas duas D:
    TAAR e Yellowcard estão na minha lista de bandas que preciso escutar um cd inteiro porque tenho certeza que vou gostar xD
    Beijo ~

  • Boa tarde :)
    Eu conhecia os caras porque tem um jogo com uma música deles…”Dirty Little Secrets” *—*
    Poxa,você já morou em outro país,,,deve ser bem legal :)

    Beijos e cuide-se

  • Confesso que é a primeira vez que ouço falar deles (tenho um gosto musical um pouco estranho x_x), mas confesso também que gostei. Vi o vídeo que colocastes no post e achei a música interessante.

    Vou ver se baixo o álbum. :D

    Beijokas

  • Eu já tinha visto muita gente falar dessa banda por aí, mas nem liguei… Pelas músicas que eu ouvi deu pra perceber que o som é bem legal, mas eu pra julgar de verdade vou ter que ouvir algum álbum inteiro pra depois dizer o que realmente achei.

    Não sei o porquê, mas “Dirty Little Secret” me lembra filmes americanos voltados para os adolescentes. Ah, eles me lembram um pouco Simple Plan. <3

    Bjs!