15 de junho de 2012

Mudanças

Sabe quando você começa a sentir que todo mundo seguiu a sua vida e você parou no tempo? Que, por algum motivo, a sua vida ficou estagnada? Eu andava me sentindo assim nos últimos meses e nada conseguia me dar ânimo para voltar aos trilhos… Foram meses em que eu empurrei com a barriga do jeito que deu, descontente com minhas próprias atitudes e me achando uma chata por estar sempre desmotivada, me lamentando por tudo e vivendo de #mimimi. Mas daí eu cheguei no meu limite… Estava cansada de viver as mesmas histórias, as mesmas situações. Estava cansada de tudo e de todos. Literalmente.

Sei que quando a gente se sente assim é difícil encontrar forças para se levantar do tombo, mas há algum tempo eu sei que era exatamente o que eu precisava fazer. Refleti muito durante esse tempo e aos poucos fui começando a perceber o outro lado das coisas. Eu precisava de mudanças, grandes mudanças. Desde o início do ano eu tinha isso em mente, mas eu andei tropeçando nas minhas próprias pernas e não consegui fazer muita coisa até então. Mas daí a ficha caiu… “Quem sabe eu não chuto o balde e replanejo todas as minhas prioridades? Todos os meus planos e sonhos?” Incrível como alguns pensamentos positivos e objetivos podem mudar o rumo da sua vida…

Eu quero mudanças, muitas mudanças. Sei que as pessoas costumam ter medo de permitirem mudanças em suas vidas, porque afinal é cômodo viver com tudo do jeito que já está, mas não eu… Eu não tenho medo de arriscar! Se é pra ser bom para mim, o que custa tentar? E é o que eu estou fazendo, tentando mudar tudo… Quero tudo novo! Quero um novo emprego (já tenho agora!), novos conhecimentos, novos desafios, novas atividades, novas manias, novos hábitos, novos amigos, novos sentimentos, novos lugares, novas histórias, novos começos…

Algumas coisas não mudam e nem vão mudar; eu ainda quero ir morar em Los Angeles, mas não é por isso que eu vou lutar agora… Talvez isso volte a ser a minha prioridade daqui um tempo, mas agora já não é mais. Não quero falar muito sobre isso, pois é tudo incerto no momento, mas outras coisas me parecem mais importantes agora e são nelas que eu vou me focar. Quem me conhece sabe que eu odeio desistir das coisas, mas às vezes é bom colocar tudo na balança e rever o que é prioritário. Eu ainda não achei a escala certa, mas eu estou no caminho.

Me senti na obrigação de escrever sobre isso aqui no blog, porque o Confabulando é uma parte de mim também… Portanto esperem mudanças por aqui também (quem não aguenta mais esse layout põe o dedo aqui!), mas cada coisa ao seu tempo. É como eu estou me organizando agora: repensando cada detalhe da minha vida, vendo o que é melhor para mim e dando um passo de cada vez… Eu não tenho pressa, eu só quero que as coisas voltem a fazer sentido, mesmo que seja difícil e custe um bocado. Mas tenho certeza de que o simples fato de se dar conta de que é preciso mudar e permitir que isso aconteça já é um grande começo para realmente mudar algo. Agora é um passo atrás do outro e esperar o resultado.

Gostou deste post?
(0)
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 comentários em "Mudanças"
  • Eu sou bem assim também, quero sempre mudança na minha vida, tem momentos que ficamos cansados das mesmas coisas! Mas só a gente pode mudar, pois quando a gente muda, tudo muda ao redor, né?
    bjoks

  • Eu resolvi ler o teu texto ao som de “my heart beats for love”, da Miley. Acho que essa parte resume bem o teu texto: “I’ve been told at least a thousand times. It’s not worth the struggle, the hurt or the trouble. I keep runnin’ up to these frontlines. No, I won’t surrender. I’ll wait here forever…”

    Fê, a gente tem que dar um passo de cada vez e ver aonde realmente a gente está pisado, creio que esse passo que tu deu agora vou como se tu tivesse levantando de uma queda… Repito novamente: dê um passo de cada vez, é mais tranquilo e você não correrá o risco de cair em algum buraco chamado fracasso ou topar na pedra muito conhecida como sofrimento.

    Essa foi uma atitude tão corajosa e louvável, Fê! Estou torcendo pela tua felicidade e espero de verdade que esse mal momento tenha passado e que aquela pessoa lá reconheça o que pode ter perdido.

    Pense nisso, mas pense logo antes que o juiz inicie a corrida (da vida) e você saia disparado sem rumo ou esquecido que pra chegar ao sucesso é preciso dar um passo de cada vez!

    Bjs!

  • Estranho, é que nesses momentos de tristeza, colocando metas, mesmo que você saiba que vá ser difícil, e quando você está lutando por isso, esteja quase sem tempo para respirar, é capaz de se sentir feliz ~ ok, eu sei, fácil falar, o difícil é sair desse momento de tristeza/desânimo, mas só que quando eu li seu post, pensei nisso
    Boa sorte com suas metas.

  • Sei bem como é essa sensação, Fer! Ultimamente minha vida tá tão de pernas pro ar, tudo acontecendo ao mesmo tempo que… AAAH!! Vontade de sair correndo! Apagar tudo e começar a escrever tudo do zero!

    Tentei em uma parte, mas não deu muito certo… Anyway… Ainda não desisti.

    Parabéns pelo emprego novo! Eu preciso de um também. Essa comodidade e conformismo não é de mim não. ECA!

    LA… LA… Sabe que antes eu queria Londres… Agora tô gostando de LA… NY também é uma boa!

    Sorte aí!! :)

    Beijos!

  • Mudanças são sempre boas, né? Também to nessa de querer jogar tudo pro alto e começar de novo, do zero. LA é sempre uma boa opção e eu também me vejo indo pra lá e ficando. Parabéns pelo emprego novo, espero que as coisas deem certo ^^

    Um passo de cada vez, né? Assim quem sabe as coisas finalmente fiquem do jeito que nós queremos!
    Beijo, Fe :*

  • é isso ai fê… mudar é bom… sem medo de recomeçar, se arriscar… é como falam: faça diferente para alcançar resultados diferentes… bjcas, bergaaaaaa

  • To besta com seu post. Sabe, tem vezes que é incrivel, me sinto muito assim, sabe? É como se você descrevesse o que eu sinto. Mais pra ser franca, faz tempo que não me sinto assim, e isso é bom né? Na verdade faço tecnico e antes deu começar a fazer esse tecnico, tinha vezes que passava tempos e tempos me sentindo assim. Agora parou, se bem que agora eu estou indo muito bem no que eu faço e ainda tem sempre alguem que vem ajudar, mais sempre temos que tentar ajudar nos mesmos :)
    Adorei o post viu, boa sorte menina :)

  • Eu também tento encarar as mudanças como algo positivo e fico feliz de você tem conseguido dar o primeiro passo e não tenha pressa, é como dizem: “Mude, mas comece devagar porque a direção é mais importante que a velocidade!” ;)

    Beijo Fê, aah e como assim vc não conhece Matilda? passava direto na Sessão da Tarde e às vezes ainda passa!

  • Nossa, eu super me identifiquei com seu post sabe.
    me sinto super estagnada também, mas estou tentando mudar, e assim como você espero alcançar os frutos dessa mudança em breve.
    Eu também não tenho medo (tá tenho um pouco) de arriscar, mas se a gente não tentar nunca sairemos do lugar não é mesmo?

    megaa bjoo
    ;**

  • Eu sei bem como é isso porque já tive essa fase. Ainda penso em ter coisas novas na minha vida, mas elas vão ficar para depois porque tenho outras prioridades agora…

    Beijinhos

  • Mudanças positivas são sempre bem vindas e muitas vezes ficamos acomodados com diversas situações e temos aquele receio de ir atrás do novo e ficamos pensando que poderiamos quebrar a cara! Tu mostrou com teu texto, ser uma mulher muito bem resolvida e abstnada… Parabéns!

  • Mudanças nem sempre são ruins e no seu caso, vai dar aquela movimentada que todo mundo precisa!
    Não vejo a hora de ver um layout novinho e fresquinho aqui. Isso até motiva a gente a vir mais vezes por aqui e querer ler mais sobre vc!
    O primeiro passo vc já deu… agora só para frente! :)

    Boa sorte e conte com a gente!
    Kiss
    ps: no post q vc comentou, a encomenda era uma carteira de bolsa! :D

  • Eu tava lendo o seu post e pensando: “sou eu?” hahaha
    Eu estou completamente estagnada, desde que me formei continuo praticamente na mesma, sem grandes mudanças, sem tomar grandes decisões, sem nada importante ou interessante acontecendo e já cheguei naquele ponto de saturação ¬¬
    Queria chutar tudo pra cima e recomeçar do zero, mas quanto mais eu penso, mais eu chego a conclusão de que estou na metade do caminho correto, então só me resta aguentar mais um pouco.
    Bjuxxxxxx

  • Não fique triste nem se assuste. Querer (exigir) mudanças é ótimo! É sinal de que você não aceita ficar estagnada e quer evoluir cada vez mais. Te dou o maior apoio e fico na torcida! :D Beijo enorme!

  • Olha eu correndo o risco de repetir o que já disseram. Mas Faça isso! Se para sentir-se feliz consigo é necessário buscar novos ares, pensamentos, atitudes, FAÇA!

    Pior que mudar e pensar no que pode vir a dar errado é olhar para trás, e imaginar o que poderia ter sido SE…

    Espero de coração que você encontre seu ponto de equilíbrio, sua paz e sua felicidade! As coisas entram nos eixos quando acreditamos que podemos ser melhores!

    Beijos. Te desejo tudo de bom!

  • Nossa, não sei se são só as mulheres mais também me sinto assim as vezes…mas mudanças é sempre bom!!! Sentir essa necessidade far parte dos nossos desejos :)
    bjkas e boa quinta

  • Fê!!!! Apoiada, também me sinto assim ultimamente, minhas férias chegarão, e colocarei esses pensamentos em ordem e pesar tudo!!!! Mudar, Inovar…coisas novas na vida!!!! É isso aí…estamos juntas ;) espero que tudo se resolva, sei que as coisas como queremos é difícil e pode demorar, mas o segredo é NUNCA desistir, afinal, NADA é impossível!!!! Basta ter força de vontade, coragem e determinação não é mesmo?!!!! Vamos que vamossssssss!!! \o/
    E é isso que você disse: “Eu não tenho pressa, eu só quero que as coisas voltem a fazer sentido, mesmo que seja difícil e custe um bocado. Mas tenho certeza de que o simples fato de se dar conta de que é preciso mudar e permitir que isso aconteça já é um grande começo para realmente mudar algo. Agora é um passo atrás do outro e esperar o resultado.”
    Beijãozão, se cuidaaaaaaaaa*

  • Engraçado que eu escrevi um post fazendo mais ou menos a mesma reflexão…
    Admiro pra caramba quem tem a cara e coragem de arriscar. Sou muito medrosa nesse aspecto, mas preciso mudar isso já! Como você disse, se é para o nosso bem que mal tem?
    E é nessas horas que crescemos, nos conhecemos mais e decidimos o que realmente é importante para nós, ou o que queremos. Sou super a favor dessas reflexões!
    Beijo!