24 de julho de 2017

Maratona Literária de 2017

Eu gosto de ler. Eu sempre gostei, desde criança. Um dos primeiros livros que eu me lembro de ter lido foi “A Menina Que Fez a América”, da Ilka Brunhilde Laurito, como atividade extra-classe do colégio, lá pelos meados da quinta série. Mas o hábito pela leitura começou a ficar mais sério depois de ter lido “Melancia”, da autora irlandesa Marian Keyes.

Após ler mais alguns títulos da autora, eu soube que tinha descoberto o meu gênero favorito de leitura. Eu me apaixonei pelo tipo de história e estilo de escrita, o que chamamos atualmente de chick lit ou literatura feminina. Foi nesta época também que eu comecei a colecionar livros pelas estantes do meu quarto. E, desde então, eu sempre tenho uma lista enorme de livros para ler.

Já faz alguns anos que eu tento cumprir uma meta de leitura anual, mas eu nunca consigo chegar nem perto da metade. Quando 2017 começou, eu resolvi tentar de novo. Trinta livros até o final do ano, o que equivale a dois livros e meio por mês. Parece possível, certo? E algumas circunstâncias me ajudaram a tornar esse desafio mais simples.

Durante as longas viagens de metrô entre a minha casa e o meu trabalho, eu optei por trocar os fones de ouvidos por livros — e ler durante todo o percurso de ida e de volta. Parece estar funcionando bem. Eu já li 17 livros e estou finalizando o próximo esta semana. Em alguns momentos, eu estava lendo 2 ou 3 livros ao mesmo tempo, o que eu sempre achei meio sem sentido, mas foi tranquilo de administrar.

Maratona Literária de 2017

Eu comecei o ano lendo “Only Daughter”, da autora Anna Snoekstra, porque eu me inscrevi para participar de um clube de leitura aqui de Toronto e este era o livro escolhido para o encontro de janeiro. Não é o tipo de livro que eu costumo e gosto de ler, mas foi uma leitura interessante. O encontro do clube de leitura, chamado The Girly Book Club, foi bem divertido. Conversei com várias pessoas e trocamos ideias sobre o livro do mês e sobre outras histórias também… Não consegui ir ao encontro de fevereiro e acabei não indo mais, mas gostaria muito de voltar a participar dos encontros. Tenho certeza de que receberei várias dicas bacanas de leitura, além de conhecer pessoas que também compartilham dessa paixão pelos livros.

Aproveitei também para ler alguns livros que estavam na minha fila de leituras há tempos: “The Catcher In The Rye”, do J. D. Salinger; “Orgulho e Preconceito”, da Jane Austen; “Finale”, da Becca Fitzpatrick; e “O Menino do Pijama Listrado”, do John Boyne. Agora, já estão todos lidos… Yay! Kudos!

Maratona Literária de 2017

Eu não trouxe muitos livros do Brasil para cá, então devo ter um ou dois livros em português aqui que eu ainda não li. O que é ótimo, na minha opinião, porque eu prefiro ler livros no idioma original em que são escritos, já que a tradução nunca é muito fiel e acaba mudando a voz e estilo de escrita do autor.

Estou utilizando a Biblioteca Pública de Toronto para pegar vários livros, ao invés de gastar meu dinheiro comprando livros agora — que não é uma prioridade. Faço a reserva pelo site e peço que que enviem para a sede perto da minha casa. Assim que o livro chega aqui, eles me notificam por e-mail e eu vou lá buscar. Tenho ido à biblioteca de duas em duas semanas e sempre tenho uma pilha de livros em casa.

Os próximos livros da fila são os seguintes: “Unsuitable Men”, da Pippa Wright; “A Garota Que Você Deixou Para Trás”, da Jojo Moyes; “40 Love”, da Madeleine Wickham (aka Sophie Kinsella); “When In Doubt, Add Butter”, da Beth Harbison; “Love, Lucas”, da Chantele Sedgwick; e “Hold Me Now”, do Stephen Gauer.

Maratona Literária de 2017

Ao finalizar estes títulos, eu ainda tenho mais 6 livros para escolher e devorar até o final do ano. Eu espero conseguir conciliar a leitura com a volta das aulas, em setembro. Mas agora que eu já passei da metade da meta, vou me esforçar para chegar ao fim.

Tem sido divertido e bastante educacional — afinal, ler é enriquecedor — mas confesso que ler me toma bastante tempo. Apesar de ser algo que faço há anos, eu ainda leio bem devagar, porque eu me distraio muito durante a leitura… Sou aquela pessoa que lê a mesma frase várias vezes até conseguir restaurar o foco. O ideal seria ler em silêncio absoluto, mas nem sempre é possível… Então, eu vou no meu ritmo de tartaruga mesmo, página após página.

O desafio ainda está de pé, mas acho que a maratona literária deste ano vai ser completada com sucesso. E, antes que alguém me pergunte, já antecipo que esta foi a última vez que me desafio a ler 30 livros por ano, como regra. Adoro ler, mas acho que um ou dois livros por mês é suficiente. Afinal, eu tenho outros hobbies e projetos que também necessitam a minha atenção, não é mesmo?

E vocês? Quantos livros já leram este ano? Alguma dica de leitura que gostariam de compartilhar comigo? Me contem tudo nos comentários, ok?

Gostou deste post?
(0)
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 comentários em "Maratona Literária de 2017"
  • oi, oi.

    17 até agora? uau, parabéns! até agora li 12, sendo que a minha meta foram 40. tenho quase certeza de que não irei conseguir, mas, ok, a gente continua na luta. :) (tentei 40 pq essa era a quantidade que lia na época do colegial, então como tô naquela vibe nostálgica, estipulei essa meta. vamo vê no que dá.)

    muito bom tu partir pra biblioteca pública. com certeza dá pra economizar uma graninha boa. aliás, deve ser ótimo ler em inglês… eu nunca me arrisquei, pq sempre fico inseguro e sou do tipo que tenho que entender tudo, senão já fico chateado.

    parabéns pela força de vontade e disposição, Fê! rumo aos 30 livros agora! :)

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    • oie! eu terminei o livro #18 essa semana! mas ainda falta um tanto para chegar aos 30… você é louco de querer ler 40 livros — essa meta só não é pior do que aquela de 52 livros em 52 semanas. quando eu era mais nova, eu lia cerca de 10 livros por ano ou algo assim… então os 30 livros este ano será um recorde. e sobre ler livros em inglês, eu te entendo, porque eu também era assim: gosto de entender todas-as-palavras-de-todas-as-frases e etc. os meus primeiros livros em inglês, eu li com o dicionário ao lado, caçando todas as palavras que não eu conhecia. agora eu não faço mais isso… às vezes eu ainda leio alguma palavra que não conheço, mas se eu entendo o contexto, sigo em frente. com a prática, vai ficando mais fácil e o vocabulário vai crescendo bastante também. tenta com um livro fininho e depois me diga como você se saiu.
      beijoooo =*

  • Minha meta são dois livros por mês. Não posso me propor a mais que isso com o trabalho, doutorado, curso… RS
    Até o momento li 14 livros, então, estou dentro da meta. Um livro muito bom que li este ano e que, tvz, faça seu estilo é Simon vs A agenda homo sapiens. Já leu?
    Beijos! ;)

    • oie si, como você está?
      acho que você está certa em definir a meta de 2 livros por mês… é o suficiente e soma uma quantidade bacana no final do ano, né? ano que vem, eu vou tentar ler cerca de 20 livros e quero tentar continuar com essa meta ao longo da vida. obrigada pela dica! vou dar uma olhada na sinopse e, se me interessar, colocarei na listinha de “livros para ler”. boa leitura para você por aí!
      beijooo <3

  • Eu também já fiz isso de me desafiar a ler muitos livros no ano. Mas no meu caso fui mais louca, a meta era 50 HAHAHAH. Realmente, esse tipo de coisa serve pra gente aprender a balancear melhor o tempo. Que legal esse sistema da biblioteca de Toronto. Tenho muita vontade de ir a um clube do livro, mas por aqui não tem ;c Olha, até agora li 18. Indico Milk and Honey, da Rupi Kaur. É mara!
    Beijos ♥

    • oi duane… 50 livros no ano? meodeus, isso sim seria loucura! hahaha! acho que os 30 já estão de bom tamanho… marquei o livro que você me indicou lá no goodreads e assim que eu terminar de ler os que já estão na “fila”, vou reservar na biblioteca. obrigada pela dica! beijocas para você! =**

  • Boa tarde,
    Tudo bem?
    Olha, acho que não li 17 livros do ano passado pra cá não ein kkkkk
    Tá de parabéns :)
    “13 reasons why” é um bom livro, li faz tempo, antes do seriado e tal

    Beijão e tenha uma excelente semana

  • Eu li muito pouco esse ano, pelo que me lembro, acho que li apenas dois livros. Isso é triste demais porque eu amo ler, mas acabo me envolvendo com milhares de outras coisas e esqueço de ler. Acho que vou estipular uma meta também, vou começar pequeno, ler um livro por mês. Geralmente eu termino um livro de 300 páginas em dois dias, então não vai ser difícil. Como na minha cidade não existe uma boa biblioteca quero ver se compro uns 06 livros, pelo menos, durante a black friday, <3

    Adorei muito o seu post.

    Beijos da Carol do blog Pink is not Rose 🖤