12 de outubro de 2010

Doze de Outubro

Que saudade da minha infância! Da época em que eu acordava cedinho para tomar café com os meus irmãos antes de eles irem para a aula e eu ficar em casa, brincando… Saudade da época que minha mãe me pegava pela mão e me levava até o jardim para me mostrar as flores que ela tinha plantado. Saudade da época que minha mãe me levava para o colégio e eu chorava, porque não queria que ela fosse embora. Saudade da época que alguém tinha que pegar a minha mão para poder atravessar a rua. Saudade, até, dos momentos de terror que passei quando perdia minha mãe de vista dentro do supermercado…

Saudade de andar de bicicleta no lado da minha casa, nas ruas riscadas com pedra branca e de passar devagarinho pelo quebra-molas de cimento que nós mesmos fizemos. Saudade de brincar de professora, de dar “aula” para meus vizinhos mais novos e ser chamada de “profi”. Saudade de tomar banho de mangueira e de brincar de bexiguinha d’àgua. Saudade de montar as casinhas para brincar com as minhas Barbies. Saudade de brincar de carrinho e jogar bafo com figurinhas de Ping Pong com o meu irmão. Saudade de “pular elástico” no invervalo das aulas. Saudade de responder questionários e torcer para que ninguém tenha respondido no meu número favorito. Saudade da merenda do colégio.

Saudade de ter a tarde livre para assistir a “Sessão da Tarde”. Saudade de ficar horas e horas brincando com as minhas bonecas, ou melhor, “meus filhos” (Guilherme, Caroline, Daniel e Natália). Sim, eram quatro! Saudade de brincar que eu era professora de dança e ficar inventando coreografias. Saudade das aulas de inglês do CCAA no meio da tarde e de ficar jogando laranjas na rua para os carros passarem por cima, enquanto eu esperava minha mãe me buscar. Feio, eu sei! :shock: Saudade de escrever e receber cartas das minhas amigas de correspondência. Saudade de comprar milhões de pôsteres do Hanson e colar todos nas paredes do meu quarto.

Saudade de uma época tão boa e que não volta mais, infelizmente. Então, para todos nós que não fazemos mais parte das pessoinhas que celebram este dia, mas que sentem falta daquela época: feliz dia das crianças! E, às vezes, resgatem a criança que existe dentro de vocês. Façam coisas infantis, brinquem, se divirtam, riam, gargalhem, chorem por besteira, façam manha… E sejam felizes! A vida é uma só e não podemos nos dar o luxo de não vivê-la intensamente.

Ps.: Já que o post fala sobre a minha infância, coloquei fotinhos minhas de quando eu era pequena… Uma delas é a foto que estou usando no avatar do meu twitter, que por sinal tá lindo cheio de crianças! Esse ano foi melhor do que o ano passado! Quase todo mundo aderiu! :laugh:

Gostou deste post?
(0)
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 comentários em "Doze de Outubro"
  • Feeeeeeeeeeeer. adorei o post!
    Você disse tudo que eu sempre achei, tudo que eu escreveria se tivesse feito um post do tipo… lógico que com outros exemplos!
    Adorei meesmo, e achei perfeito o trecho “E, às vezes, resgatem a criança que existe dentro de vocês. Façam coisas infantis, brinquem, se divirtam, riam, gargalhem, chorem por besteira, façam manha… E sejam felizes! A vida é uma só e não podemos nos dar o luxo de não vivê-la intensamente.” – ainda bem que eu faço isso mesmo, hahahahahahaha…
    Fiquei esperando até agora pra ler, porque sabia que tava programado, hahaha.
    Concordo, twitter tá muito lindo cheio de criança, porque esse ano muuuuuuuuuuuuita gente aderiu, mas muita mesmo!
    E você era uma criança linda!!! Continua linda até hoje…

    Beijooos,
    Luh.

  • Que loirinha você! *-*
    Embora eu esteja apenas com 15 aninhos (16 daqui a uma semana) eu me recuso a não ser mais assim… criança. É tão bom. A falta de pressão, de tantas responsabilidades (e olha que eu ainda nem tenho muitas), o cuidado a toda hora, as brincadeiras (nossa, amava brincar de Barbie, video-game [Super Nintendo], pega-pega, futebol (ainda arrisco), escolinha, etc.) Quando você é criança tudo é tão novo, tão grande (e grandioso!), tão puro. Mas a gente cresce e descobre um pouco do mundo. E nesse pouco enxergamos o muito que ele é mau e impuro! =/ Mas na minha concepção, ser criança não depende da idade, depende do espírito! n_n’
    Beijones e fique com Deus!

  • Olha, eu vou ser sincera… Fiz tudo o que eu podia na minha infância. Não tem nada que eu não tenha feito! Tenho saudade só da falta da responsabilidade, das contas que eu não tinha que pagar,…

  • De tudo o que vc falou, do que mais tenho saudade é de pular elástico na hora do recreio, de brincar com as Barbies e de professora. Mas eu não tinha crianças vizinhas, então só dava aula pra minha vó e pras minhas bonecas e bichos de pelúcia.
    Nossa, muita saudade daquela época. ^^
    Beijo

  • Que princesinha vc amiga, muito cute rs
    Adoro ver as fotinhas de amigos bebês rs

    escrevi sua cartinha e to enviando nesses dois dias rss

    bjoquinhas e boa semana!

  • Tb tenho saudade da minha infancia (que foi outro dia) hahaha pq tipo, as crianças são tão invencíveis, inabaláveis, heroínas de si mesmas… E alimentam sonhos que no futuro, qd descobrem q eles são impossiveis, a magia acaba… Triste, eh. Enfim, eh isso, bjão!

  • Adorei seu post !
    Não acredito que tenha alguem nesse mundo que não sinta saudades dos tempos de criança… eramos felizes e não sabiamos.
    As vezes eu ainda me pego olhando meus albuns antigos e me dando um friozinho na barriga de saber que eu to crescendo e que não volta mais.
    Mesmo assim é bom relembrar.

    Bjos e adorei o lay coloridinho.
    =]

  • Blog lindo o seu *-*. O post é maravilhoso, eu também não sou mais criança, já tenho meus 18 anos, mais de vez em quando, me permito ser criança, nem que seja por uns minutos. Segunda, eu fiquei correndo atrás de doce, acredita? E me deram, kkkkkkkkkk, porque eu sou baixinha, e ninguém me dá 18 anos, ah, foi tão bom :)
    Também tenho saudades da minha infância, mais, a vida é assim mesmo, temos que crescer e aprender a ter nossas responsabilidades, mais sempre iremos nos permitir voltar a ser criança de novo, e não podemos ter vergonha disso.

    Pode me fazer uma visita? Ficarei agradecida :)

    Um beijão ;*

  • Olá, que fotos legais, realmente a infância é uma fase muito bonita, ainda tenho muito de criança comigo, rsrs,, mas que possamos fazer de todas as fases de nossa vida “a mais bonita”
    Até!
    XD

  • Hey ^^

    Verdade o Twitter ficou tão cute ….
    Ain o que dizer, por mais que eu cresça sempre vai existir a menina-mulher dentro de mim, sei disso vivamente.
    Época que minha preocupação era qual roupa usar no colégio, quando o pensamento era qual estratégia seria utilizada para o campeonato de Voley na rua… hahaha amarelinha, amava brincar de queimada, infelizmente as crianças de hoje não aproveitam essas brincadeira, e meninas de 7 anos estão pensando em garotos tão cedo ¬¬

    Acheiiiiiiiiii lindaaaaaa as fotos, muito cute <3

    ps: o aúdio foi um saco tb gravar kkk errei centenas de vezes pra descrever cada livro, e não sabia q começou com Crepúsculo por mim e pela Nayy (saudade dessa guria já)

    Xoxo

    :: Loma

  • Oii, ah, como é bom ser criança.. como é bom não ter preocupações, ou, pelo menos, quando suas preocupações são sobre o que brincar! Sinto muita falta disso, mesmo eu sempre querendo ser gente grande.. HAHAHA
    Beijos,
    Maay

  • OOi flor, suas fotos são umas gracinhas, vc tem a mesma carinha, tem gente q muda muito e neim da pra perceber, mas vc assim como eu com mesma carinha de criança.
    Eu tb amava montar a casa da Barbie, são brincadeiras e lembraças pra vida toda.
    Sempre temos q agradecer a Deus pela infancia saudavel que tivemos. Isso é muito precioso!
    Beijão

  • Oie tudo bem miga?
    Miga gostei do post, amei as fotos, tb tenho saudades desse tempo que não volta mais né mas ainda bem que podemos encontrar esses momentos felizes em nossa memória né =)
    Bjs!