9 de janeiro de 2016

Coração de Elástico

Esses encontros e desencontros na minha vida romântica tem sido desgastantes para mim. São cinco anos errando e permitindo que meu coração sinta algo pelas pessoas erradas. O problema disso tudo é que eu não sei gostar pela metade… Quando eu gosto de alguém, gosto por inteiro, me atiro de cabeça, abro meu coração, estendo os meus braços e invisto toda a minha energia. Na maioria das vezes, eu acabo machucada.

Dois mil e quinze foi um ano ótimo para mim, mas foi também o ano em que o meu coração foi estraçalhado novamente — depois do último episódio, em 2011. Neste meio tempo, gostei de alguns outros caras, mas foram coisas passageiras, paixonites bobas do momento e que não se estenderam por muito tempo e nem com tanta intensidade. Eles foram distrações para a minha cabeça e um lembrete para que o meu coração não desistisse de sentir algo, seja lá o que fosse. Sei disso porque nenhum desses caras ficou sabendo o que eu sentia por eles na época. E acho melhor que tenha sido assim.

Coração de Elástico

Mas desta vez foi diferente. Assim como 5 anos atrás, eu soube desde o primeiro momento que seria algo maior. Talvez o frio na barriga constante, as mãos suadas e os joelhos bambos tenham me ajudado a perceber que aquilo não era mais uma paixonite boba… Desta vez, eu quis contar o que eu estava sentindo. E eu contei.

Resultado: migalhas do meu coração por todos os lados.

Mas se nos meus 31 anos de vida eu aprendi algo é que o meu coração é duro na queda… Não importa o quanto se machuca, ele sempre se recupera de alguma forma. Por mais que, às vezes, pareça que a angústia vai tomar conta de todo o meu ser e consumir com qualquer resquício de esperança ainda restante dentro de mim. As últimas semanas têm sido difíceis, mas eu sei que o tempo vai trazer de volta a minha alegria de viver… It’s just a matter of time.

Desde o início do ano passado, uma música se tornou muito especial para mim. Perdi as contas de quantas vezes ouvi “Elastic Heart”, da Sia, nos últimos meses. Se eu tivesse que escolher uma música-tema para os assuntos do coração, ela seria a escolhida, porque ela resume muito bem o que eu sinto. O querer com intensidade, o tentar mesmo quando tudo aponta para o desastre, a força de se levantar e seguir a vida, a vontade de fazer dar certo. Mas eu vou continuar tentando, vou continuar procurando amor por onde quer que eu vá.

O meu coração é mesmo de elástico… Podem puxar de um lado, empurrar de outro, tentar parti-lo ao meio, criar rachaduras, mas ele sempre encontrará um jeito de continuar firme e forte. E eu não pretendo mudar o jeito como ele funciona. Eu vou continuar amando por inteiro, com todas as minhas forças, virando minha vida de ponta-cabeça, sendo verdadeira e transparente. Mesmo que isso continue resultando em noites de olhos inchados, lágrimas para abastecer um oceano e lenços de papéis amassados num canto do chão… Essa é quem eu sou: intensa, extremamente sensível e apaixonada.

Espero que os dias que estão por vir me tragam mais sorrisos… Que os ventos me tragam novas boas memórias, pois eu estou precisando. Quero dar um pouco de sossego para o meu coração, que tem sido maltratado por tanto tempo. Preciso ficar longe de encrencas, mudar os ares e não sentir mais essa falta de ar sempre que lembro do que eu ainda não tenho.

Elastic Heart
Sia

And another one bites the dust
Oh, why can I not conquer love?
And I might have thought that we were one
Wanted to fight this war without weapons

And I wanted it, I wanted it bad
But there were so many red flags
Now another one bites the dust
Yeah, let’s be clear, I’ll trust no one

You did not break me
I’m still fighting for peace

But I’ve got thick skin and an elastic heart
But your blade, it might be too sharp
I’m like a rubberband until you pull too hard
Yeah, I may snap and I move fast
You won’t see me fall apart
‘Cos I’ve got an elastic heart

And I will stay up through the night
Yeah, let’s be clear, won’t close my eyes
And I know that I can survive
I’ll walk through fire to save my life

And I want it, I want my life so bad
I’m doing everything I can
Then another one bites the dust
It’s hard to lose a chosen one

You did not break me
I’m still fighting for peace

But I’ve got thick skin and an elastic heart
But your blade, it might be too sharp
I’m like a rubberband until you pull too hard
Yeah, I may snap and I move fast
You won’t see me fall apart
‘Cos I’ve got an elastic heart

Sei que tudo tem o seu tempo e que não me custa esperar. Sei também que, um dia, alguém vai mudar tudo isso para mim e eu vou rir ao lembrar de todos os tropeços ao longo do caminho. Eu não tenho pressa, eu só quero que seja certo. Com a pessoa certa. Afinal de contas, eu sou uma eterna romântica — e isso nunca vai mudar.

Gostou deste post?
(0)
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 comentários em "Coração de Elástico"
  • Posso dizer que algumas lágrimas caíram aqui? Pois saiba que elas caíram sim!

    Realmente nós somos muito parecidos. Talvez coisa de signos, não sei. O fato é que eu também me entrego demais aos relacionamentos e em todos eles eu acabo saindo com um rombo no meu coração.

    Eu não sei amar um pouco. Eu sei amar muito, daquele jeito que a gente se torna totalmente dependente da outra pessoa. E quando ela se vai, fica apenas uma tristeza que parece que não tem fim. Mas, Fê, saiba que tem fim. E, na maioria das vezes, esse fim é ótimo porque começa a ir só as coisas boas.

    Espero que as coisas se ajeitem aí pra ti (e pra mim, claro!). Enquanto isso, vamos continuar à espera do certo.

    Força, Fê! Tamo junto. Sempre.

  • Oi, amore.
    Uma passada rápida pela blogosfera e a gente logo vê que 2015 não foi um ano bom pra ninguém. Mas sabe o que isso quer dizer? Depois da tempestade, vem a calmaria.
    Eu sinceramente torço por você. Sei bem como é querer alguém e dar com a cara da parede. E o pior é que a gente não fica procurando se apaixonar. Se fosse isso, nós mesmas seriamos as culpas. Simplesmente acontece.
    Que 2016 traga mais sorrisos. Que você possa curtir a sensação deliciosa (e que eu nem me recordo) de acordar de manhã com uma mensagem de alguém especial. Que você possa sentir o prazer de ser procurada, valorizada, amada, querida.

    Um beijo e um doce 2016.

  • Corajosa você, eu queria ser assim… Porque quando eu quebro a cara, eu prefiro realmente morrer do que passar por todo esse estresse de novo. Com certeza a gente sempre se refaz, claro, mas você com certeza ressurge com mais esperanças do que eu. Que bom que ainda tem gente que acredita no mundo ;)

  • Com todo respeito… “Putaquepariu” como me identifiquei com esse post. A diferença é que eu já passei por alguns maus bocados por amar demais e junto carreguei outros maus bocados com problemas de saúde rsrs Mas é bem isso, coração elástico, a gente se ferra, jura nunca mais passar por determinada situação até que ama outra vez e se vê fazendo as mesmas coisas, por que? Por que amar é bom demais e sempre vale a pena! Seguindo seu blog pra não perder mais nada! Abraços.

  • Acho que tive um Deja vu aqui, lembro que em alguma época comentei sobre o mesmo assunto aqui no seu blog :( espero que dessa vez você se recupere e encontre a pessoa certa (ou não, as vezes somos nossa própria companhia!).

    bjus

  • Como uma pisciana nata, desconfia de como terminei de ler isso? Não com lenços, mas já peguei uma toalhinha da Minnie, minha personagem favorita.
    A cada frase eu parava e lia mais um pouquinho. Tudo que disseste ali é verdade, pura verdade, mas e quando vai chegar a hora que vamos rir de tudo isso? Também tenho 31 anos e quebrei a cara, coração poucas vezes, mas as vezes que isso aconteceu, como agora, parece que nunca mais vai ser coração de novo. É uma coisa que tá ali, só. Tô cansada disso. Eu demoro pra me entregar, tipo pisando em ovos, aí quando me entrego de verdade o que eu mais temia acontece :( Mas eu ainda tenho esperança que o tal momento certo com a pessoa certa aconteça, pois a vida é boa.
    Adorei o texto Fê, adoro o blog.
    Beijinhossss *_*