7 de agosto de 2014

All Time Low, a banda que salvou o meu ano…

No final do ano passado, eu recebi uma indicação musical que, literalmente, salvou o meu ano… Eu nunca tinha ouvido falar da banda, mas foi questão de 4 minutos e 38 segundos (duração da primeira música deles que ouvi) para me apaixonar. Costumo dizer que, quando gosto de algo, eu gosto de verdade, intensamente e fico viciada rapidinho… Para a minha sorte, as músicas da banda ajudaram a melhorar o meu ânimo, meu humor e fizeram os meus dias ruins descerem pelo ralo. Passei a ouvir All Time Low (ou ATL, agora que já somos íntimos) 24/7 e foquei toda a minha energia nisso… Conclusão: terminei o ano de 2013 me sentindo mais otimista, revigorada, de bem com a vida e ganhei mais uma banda favorita para a minha coleção. ATL é só amor!

All Time Low

QUEM?

O All Time Low é uma banda de pop-punk de Baltimore (Maryland, Estados Unidos) e já está na estrada desde 2003. Alex Gaskarth (vocal e guitarra), Jack Barakat (guitarra), Zack Merrick (baixo e backing vocal) e Rian Dawson (bateria) são amigos e colegas desde o colégio e formaram a banda quando ainda eram bem novinhos. Alex, que na verdade é britânico, veio para Baltimore com a família e conheceu Jack na escola, que virou seu melhor amigo. Os dois se juntaram para criar o ATL e convidaram um outro amigo de colégio (Rian) para assumir as baquetas. Só mais tarde, por indicação de um conhecido, Zack entrou para a banda, assumindo sua formação atual. Em 2004, a banda assinou com a gravadora Emerald Moon Records, por onde lançou um EP e o seu álbum de estreia, “The Party Scene”. Dois anos mais tarde, a Hopeless Records assinou com os meninos e lançou mais dois álbuns de estúdio com eles. Em 2011, a banda gravou seu quarto álbum com a Interscope Records e depois voltou para a Hopeless Records, por onde lançou seu álbum mais recente… A banda tem um som bastante parecido com Blink 182, Sum 41, Simple Plan, Boys Like Girls, Paramore, The All-American Rejects e Plain White T’s. O nome da banda foi tirado de uma música da banda New Found Glory, chamada “Head on Collision”.

COMO?

Conheci o All Time Low através do meu colega de trabalho, que era fã da banda alguns anos atrás. Costumávamos trocar links de vídeos e indicar algumas das nossas bandas favoritas, e um dia ele me enviou a música “Memories That Fade Into Photograps”, que ficou tocando no meu player repetidamente por dias. Nas semanas seguintes, ele me passou outros links e eu me dei conta que gostava bastante de todas as músicas que ouvia deles. Como sempre faço, baixei o primeiro álbum da banda e a partir daí não parei mais. Baixei a discografia toda e ouvir ATL virou terapia para mim… Ouço quando estou nervosa, ansiosa, feliz, triste e quando apenas quero escutar música. Ou seja, tenho ouvido praticamente todo santo dia. Tenho CD no carro, tenho shows, vídeos e todas as músicas no computador do trabalho e no meu notebook, além de já ter assistido muitas vezes várias versões ao vivo da banda pelo YouTube. Alguma dúvida de que eu estou viciada?

All Time Low

POR QUÊ?

Sabe quando você se identifica com algo logo de cara? Minha relação com o ATL foi assim, bem rápida. Gostei da vibe dos caras, de suas personalidade, das músicas e da banda como um todo. Por conta deles, voltei a tocar violão, coisa que eu não fazia há zilênios. Eu me identifiquei muito com a maioria das letras das músicas e com a emoção que eles estavam querendo transmitir — e encontrar nisso numa banda é incrível. Além disso, me apaixonei pela simpatia e simplicidade dos integrantes e, principalmente, pela amizade única entre o Alex e o Jack. JALEX, BABY! Eles são bobos, engraçados, estão sempre brincando, rindo e esse tipo de energia me agrada bastante. E quando eu soube que o Rian namora com a Cassadee Pope, ganhadora do programa The Voice e uma das minhas candidatas favoritas na temporada em que participou, pronto… Fechou todas!

O QUÊ?

A banda já lançou dois EPs, cinco álbuns de estúdio (“The Party Scene”, “So Wrong, It’s Right”, “Nothing Personal”, “Dirty Work” e “Don’t Panic”), um DVD ao vivo (“Straight to DVD”), um “MTV Unplugged” e uma música para a trilha sonora do filme “Alice no País das Maravilhas”, chamada “Painting Flowers”. A música que embalou o sucesso dos meninos foi “Dear Maria, Count Me In”, de seu segundo álbum. Com mais de dez anos de carreira, o ATL tem 17 singles lançados, vários sendo minhas músicas favoritas da banda. O som deles vem mudando conforme os anos e tem se tornando mais pop — meu álbum favorito é o primeiro, “The Party Scene”, que tem músicas mais marcantes e com uma forte sonoridade de instrumentos e menos efeitos eletrônicos. A banda esteve no Brasil em 2011, onde fez shows em 8 cidades. E fuen pra mim, que ainda não conhecia eles e não pude ir ao show aqui em Porto Alegre… #chateada

All Time Low

Ao longo destes meses ouvindo a banda, eu viciei em várias músicas conforme fui passando por momentos diferentes da minha vida… Como não posso colocar todas as minhas favoritas aqui, vou selecionar as três que mais me marcaram e que representam bem o som da banda. Aperta o play aí e aproveita!

Não quero convencer ninguém a gostar, mas que eles são phodásticos, isso eles são… :love:

Gostou deste post?
(0)
Comente Este Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 comentários em "All Time Low, a banda que salvou o meu ano…"
  • O único álbum deles que eu conheço é Dirty Work, que eu já ouvi muito. Hoje em dia não é meu estilo favorito de música, tanto que nem ouço mais, mas não deixa de ter músicas muito boas.

    Beijos

  • Comigo aconteceu a mesma coisa. Depois que comecei a ouvir banda, muita coisa mudou na minha vida. Tudo pra melhor, claro! A vibe que eles transmitem é ótima. Sempre tem uma música pra cada sentimento… Gosto muito disso!

    Eu também escuto todos os dias as músicas deles. Às vezes um álbum inteiro, as minhas preferidas de cada disco e por aí vai. Só não fico sem ouvir. Rs.

    Eu só acho que tá na hora deles voltarem ao Brasil novamente e fazer mais um show no Sul pra gente apresentar! Só acho! ;)

    Bjs!

  • Realmente não conheço essa banda. O que não é novidade, pois sou sempre musicalmente desatualizada rs
    Beijos e carinhos, fica com Deus!